Mensagem

O especialista

evilComo seu inimigo, ele observa-o, analisa-o e procura atentamente o seu ponto fraco, para, no momento mais oportuno, poder atacá-lo!

Sabia que o diabo tem uma especialidade? Sim, na verdade ele é um grande conhecedor e especialista da “carne-sentimentos”. O Senhor Jesus deixou claro que o diabo tem uma estratégia bem definida, pois, como o inimigo nº 1 da nossa alma e de Deus, ele sabe que a base da vida é: O NOSSO ESPÍRITO!

Pois, se o nosso espírito está forte, a nossa alma também estará, assim como o nosso corpo, e tudo aquilo que faz parte dele – saúde, vida sentimental, família, vida económica, vida académica.

Então, o que faz o diabo?

Ele dedica-se a trabalhar no que ele conhece melhor: a “carne” (fraquezas humano- sentimentos). E porquê? Porque na nossa carne somos fracos. Inclusive, o Senhor Jesus deixou bem claro, ao afirmar:

“Vigiai e orai para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca”.

(Marcos 14.38)

E o diabo sabe disso! Então, ele investe, justamente, na nossa carne, para que venhamos a cair em tentação, pecar-fazer o que é prejudicial, ter maus olhos, mágoas, malícia, medo, ansiedade, egoísmo, acomodação, ressentimentos, dúvida, insegurança, indefinição, nervosismo, timidez. Pois, quando estamos na carne, vivemos nos sentimentos, damos atenção ao que vemos, ao que ouvimos e sentimos. Porém, quando estamos no espírito, ignoramos os sentimentos, as emoções e as circunstâncias.

O QUE É ESTAR EM ESPÍRITO?

É estar possuído pelo Espírito de Deus. Quando estamos em espírito, o Espírito de Deus está sobre nós. Mas, para quem está na carne, qual é o espírito que está sobre ela? O espírito maligno, que vai criar uma situação, cilada, para pecarmos e, consequentemente, errarmos e, então, eles causarem aquele problema de vício, doença, depressão, nervosismo, prostituição, homossexualismo, violência, idolatria, adultério, separação, depressão… pois, Jesus disse que o diabo veio para roubar, matar e destruir. E a estratégia dele será sempre de trabalhar na nossa carne, porque ele sabe que, na carne, perdemos sempre. Mesmo possuindo a Bíblia Sagrada, crendo em Deus, quantas pessoas não têm perdido a batalha contra os espíritos? E porquê? Porque no espírito somos fortes, mas na carne fracos. É NO ESPÍRITO QUE VENCEMOS!

Abraão – Como é que Abraão, o nosso pai na Fé, venceu cinco poderosos exércitos, cinco reis que já tinham vencido quatro reis, quando nem sequer tinha um exército?
Abraão só tinha 318 homens nascidos na sua casa, mas que tinham o mesmo espírito que ele, um espírito forte. E foi exatamente com 318 que Abraão venceu cinco reis, cinco exércitos.

Moisés – Como foi que Moisés venceu Faraó, considerado o deus homem na Terra? O maior poder que existia na época? Como é que Faraó não matou Moisés, nem o seu exército sequer conseguiu tocar um fio do seu cabelo? Porque Moisés estava em espírito!

Continuaremos na segunda-feira…

Deus é contigo, e eu também!

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

4 comentários

Verônica Pinho Responder 17 Outubro, 2015 às 0:15

Muito bom !!! Realmente é uma palavra que só vem para edifica.

Verônica Pinho Responder 17 Outubro, 2015 às 0:17

Muito bom essa mensagem !!!!

Mónica Dapper Responder 20 Outubro, 2015 às 21:12

Buenas tardes Obispo, estoy en Argentina y me hace muy bien leer su pagina, me hace reflexionar sobre mis actos, y me ayuda mucho a mejorar mi vida y sobre todo me alimenta mi espiritu y mi alma. Muy enriquecedoras sus palabras y excelente enseñanza nos dá.-
Gracias a Dios por conocerlo Obispo Julio Freitas .-

Alex Andrade Responder 21 Outubro, 2015 às 20:45

É tão verdade isso bispo que a pessoa que decide andar no Espírito não há quem possa impedir de vencer, exceto 1 pessoa ela mesma. A pessoa que é vigilante e assume essa batalha e diz: “vou lutar pois não aceito a minha vida assim” ela vence o diabo, o mundo é a carne (ela mesma, com sentimentos e fraquezas). Este post é edificador e poderoso.