Mensagem

O lugar do seu sonho

mulherUma Autoridade e um Poder imensuráveis… é o que está associado àquilo que, de livre e espontânea vontade, oferecemos a Deus

Era mulher, viveu numa época em que as mulheres pouco poder até sobre a sua própria vida possuíam, mas ela construiu e ofereceu, de livre vontade, um quarto cómodo para o homem de Deus. Ali ele teria de tudo, uma cama, água, um cobertor para se aquecer, ou seja, todos os bens materiais que necessitasse para pernoitar, com toda a comodidade…

Sim, ela tinha condições para o fazer, porém, ninguém lhe pediu, e ninguém a obrigou a fazê-lo. Na realidade, o seu maior desejo, era que aquele homem, que ela reconhecia como sendo de Deus e Seu instrumento, tivesse os seus momentos de descanso.

Porém, esta mulher de Deus tinha um sonho, que ainda se encontrava por concretizar: ela queria ser mãe! Ela não tinha filhos… mas, Deus veio a lhe conceder este sonho por meio do Seu servo! Ela se tornou mãe de um rapaz que, infelizmente, anos mais tarde, veio a morrer! Mas, o que fez esta mulher diante da constatação real de que o seu filho estava morto? Não, ela não foi a correr contar para o seu marido, nem sequer o disse aos seus servos… não, ela não gritou, esperneou ou amaldiçoou a Deus. Pelo contrário, ela pegou naquela criança morta e a colocou em cima da sua “oferta”, ou seja, por cima da cama do homem de Deus!

É como se, naquele preciso momento, ela estivesse a dizer: “Meu Deus, eu tenho oferecido à Tua Obra o meu melhor! E agora que o Senhor realiza o meu sonho, me dando um filho, o espírito da morte o mata??? Pois, eu não aceito isso, que o espírito da morte tenha acesso à minha família! Mas, como ele o levou, coloco-o aqui!” – Ou seja, ela estava na Fé, por isso sabia que o seu problema era espiritual e o único lugar onde poderia obter a resposta era no “Monte”, leia-se: no “Altar”, o lugar onde estava o homem de Deus!

Ela deixou o defunto e foi à procura de Eliseu, na sua Fé, sem nunca chorar, desesperar-se, confessar a derrota ou o que tinha acontecido! Quando ela estava se aproximando do homem de Deus, o auxiliar do homem de Deus saiu ao seu encontro, para perguntar se havia passado algo, se estava tudo bem? E a sua resposta foi: “Vai tudo bem!”. Não estava tudo bem, mas ela estava no caminho bom, no caminho da Fé, revoltosa, em direção ao Altar, ela estava fazendo o certo, por isso tudo ficaria bem. Quando chegou diante do Homem de Deus, abraçou os seus pés, simbolizando que a base da sua Fé estava solidificada, firme, sem qualquer sombra de dúvida, não no homem, mas em Deus!

O homem de Deus, devido à declaração daquela mulher: “Não voltarei a casa sem que desças comigo”, o Homem de Deus a acompanhou, tendo entrado no quarto onde estava o seu filho e, através dele, Deus operou o milagre. Então, o espírito da vida retornou ao corpo daquela criança, mas não por causa do homem de Deus e sim porque a mãe a colocou no lugar certo (sobre a sua Oferta – quarto e cama), mantendo-se no seu lugar (Monte – Altar)!

E da mesma forma devemos agir nós! Nós temos que colocar os nossos sonhos no lugar certo, sendo que não existe outro senão o Altar de Deus! O seu sonho é ter uma família unida? Uma vida económica bem-sucedida? Um casamento feliz? Ter os seus filhos salvos? Ser Batizado com o Espírito? Conquistar o sucesso profissional?

Pois bem, independentemente do sonho que Deus lhe tenha dado, uma coisa é essencial: MANTENHA-O NO ALTAR!

Leia o Livro de 2 Reis, capítulo 4, do versículo 8 em diante, para que compreenda melhor sobre esta passagem! Eliseu fechou a porta para que o milagre pudesse acontecer, então, feche a porta do medo, dúvida ou ansiedade para que o seu sonho se concretize!

Deus é contigo e eu também

Bjf

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Andréia Alves Responder 9 Maio, 2016 às 19:28

Ameiiiiii muitomuitooooooo