Mensagem

O Oitavo Mandamento de Deus

É muito profundo, porque não diz apenas respeito ao próximo, mas, antes de tudo, diz respeito a Deus…

8mandamento

E o 8º Mandamento diz:

“Não furtarás” (Ex 20.15)

As pessoas, por ignorância, pensam que só é possível roubar ao próximo, quando não é verdade, também é possível roubar a Deus! Por exemplo, a Deus, muitas pessoas estão a roubar o primeiro lugar que Ele deveria ocupar nas suas vidas, quando colocam em Seu lugar o filho, um bem, o neto, a empresa, o diploma, as suas conquistas pessoais. É por isso que Deus pede o Dízimo!

O Dízimo é um sinal que damos a Deus de que Ele está em primeiro lugar nas nossas vidas! Por isso é que Deus pede os primeiros frutos. Porém, se você paga, compra, e só depois separa o Dízimo, Deus já não aceita. A Bíblia diz que, na colheita, os primeiros frutos deveriam ser oferecidos. Mas, depois de se colher os primeiros frutos, Deus já não aceitava. O primeiro animal de cada cria tinha que ser separado para Deus, o segundo Deus já não aceitava. Mas porquê? Porque era o sinal de reverência, de fidelidade para com Deus. Se eu sou fiel, eu amo e creio, materializo esse amor, crença, entrega e obediência.

Então, se você não rouba a Deus, vai roubar ao próximo? Se você não rouba a quem não vê, vai roubar a quem vê? Agora, se você rouba a quem não vê, certamente, roubará também a quem vê. E foi isso que Deus falou quando disse:

… tornai-vos para Mim, e Eu Me tornarei para vós outros, diz o SENHOR dos Exércitos; mas vós dizeis: Em que havemos de tornar? Roubará o homem a Deus? Todavia, vós Me roubais e dizeis: Em que Te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas” (Malaquias 3.7-8)

Muitos pensam e dizem que não roubam a Deus, mas Ele responde que sim.

Se é nos Dízimos, significa que Deus não está em primeiro lugar nas vossas vidas, senão haveria reverência, obediência, gratidão, temor, respeito, consideração para com Ele. E, se não trazem o Dízimo físico com fidelidade, imagine o espiritual – a oração, o jejum, a meditação, a reverência.

E o que é mais fácil, trazer o material ou o espiritual? O material é mais fácil, porque o espiritual é constante, diário. Você tem que orar, vigiar, perdoar, guardar o seu coração, olhar para o próximo com bons olhos, a todo o instante.

Com maldição sois amaldiçoados, porque a Mim Me roubais, vós, a nação toda” (Ml 3.9)

Quando a pessoa rouba a Deus, rouba ao próximo e a ela própria. Rouba de si o direito de ser abençoada e, sobretudo, o direito de ser salva.

O que significa “com maldição sois amaldiçoados”? Não é Deus que está a amaldiçoar. A infidelidade da pessoa, o seu roubo é que está a amaldiçoá-la. Está escrito, que Deus não é Deus de confusão, para amaldiçoar e abençoar. Deus abençoa, quem amaldiçoa é a própria pessoa, por meio da sua infidelidade e ingratidão.

Então, o Dízimo simboliza fidelidade e a Oferta gratidão, amor. O Dízimo representa reverência, temor. A Oferta materializa a sua dependência, a sua confiança. E assim como a sua atitude de roubar nos Dízimos e nas Ofertas lhe amaldiçoa, a sua fidelidade para com Deus lhe abençoará e, com a bênção de Deus, você vai alcançar o que precisa e muito mais.

E saiba que “o roubar” também está relacionado à vida eterna, porque, quando Deus disse: “não roubarás”, na verdade, estava a dizer: ‘valorize a sua alma, porque quem rouba a Deus e ao próximo, está a roubar a si mesmo o direito de entrar na vida eterna’. Você sabia que os ladrões não entrarão no Reino dos Céus? Leia 1 Coríntios 6. 9-11.

Por isso, não brinque com Deus, não O roube, porque roubar a Deus é roubar a si mesmo o direito de ser abençoado. Caro leitor, o Altar não é lugar para se morrer, e sim para se viver, mas, para isso, você tem que ser fiel.

Deus é contigo, e eu também!
Bispo Júlio Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *