Mensagem

O Poder do Sacrifício

Quando a pessoa sacrifica para Deus:

1º- Ainda que Ela não saiba pedir, o sacrifício pede por ela e, por isso, ela recebe (o sacrifício fala pela pessoa).

Não existe clamor mais directo do que o sacrifício. Não exige palavras, apenas actos e são estes mesmos actos que irão substituir qualquer pedido que seja feito a Deus. Não são as nossas lágrimas que irão comover a Deus, mas sim as nossas atitudes imbuídas de uma fé inabalável. Deus conhece a realidade pela qual estamos a passar melhor do que nós até, mas Ele também conhece o seu potencial, aquele que você tem mantido inactivo durante este tempo todo.

2º- Ainda que Ela não mereça, ela recebe (Deus não é doador, Ele é Galardoador).

A fé é desprovida de sentimentos. É uma atitude, uma crença pura, que não tem passado, apenas futuro. Todas as pessoas que fazem uso dela vêem os seus frutos, quer sejam consideradas com merecedoras ou não, por terceiros. O versículo diz: “Tudo é possível ao que crê” (Mc 9.23) e este sujeito que crê surge como não identificado. Não existem adjectivos para caracterizar esta pessoa, ou seja, ela não é descrita como boa, má, preguiçosa, orgulhosa, caridosa, branca ou negra. É apenas uma pessoa cuja única característica é CRER! Obs.: Crer é a acção de se dar, lançar, entrega.

3º- Ainda que Ela não seja religiosa, crente, evangélica, ela recebe (o que nos justifica é a fé, e a maior expressão de fé é o sacrifício).

Deus não criou budistas, católicos, evangélicos, islâmicos e, sim, seres humanos. E foi no interior de cada um destes seres que Ele depositou um dos poderes dotados de maior capacidade de concretização que existe: a Fé. Todos somos dotados de uma fé natural, mas nem todos temos a disposição para activar a fé sobrenatural. E mesmo no domínio da fé, uns têm fé para beber líquidos e outros para comer sólidos, ou seja, existem níveis de fé distintos, sendo o sacrifício a máxima expressão da fé de cada um. Obs.: definição de fé sobrenatural – sacrificar-se em prol da realização do que está escrito nas Escrituras Sagradas.

4º- Ainda que Ela tenha perdido muitas oportunidades, ela recebe (a única oportunidade que todos temos em comum é a de sacrificar).
Na verdade, muitas pessoas acreditam que uma oportunidade perdida jamais voltará, contudo, a oportunidade de sacrificar está sempre presente e é mediante esta atitude que todas as oportunidades, supostamente “perdidas”, poderão ressurgir no horizonte e, então, serem aproveitadas.

5º- Ainda que Ela não saiba orar, não entenda a Bíblia, ela recebe (os mudos e cegos que foram curados também não sabiam orar nem ler, mas sacrificaram e receberam o milagre).

A fé não é uma característica de quem tem elevadas habilitações profissionais, ou seja, para tê-la, não é preciso compreendê-la. Não é necessário conhecer a sua definição literária ou ter comprovação científica, pois os seus frutos são reais e sempre o foram na vida de quem dela fez uso. A História da Humanidade está repleta de casos de pessoas de origem humilde cuja utilização da fé provocou uma transformação completa nas suas vidas. E a realidade é que, quanto mais humilde a pessoa, maior é a abertura do seu coração para receber a Palavra de Deus, para a existência e actuação da fé e, consequente, realização do sacrifício.

6º- Ainda que Ela seja velha, jovem, preparada ou instruída, ela recebe (melhor do que saber é fazer, como o exemplo de Abraão, David, etc.).

Vivemos num mundo regido pelas aparências. Grande parte das recompensas são atribuídas à beleza, à instrução ou à juventude. E, muitas vezes, para isso, nem é preciso ser, mas apenas parecer. Tudo o que fuja aos parâmetros socialmente instituídos é rotulado de marginal e, como tal, colocado de parte. Contudo, Deus não olha a estes aspectos, o que Ele vê é o que realmente importa, o coração humano, pois é este o “terreno” onde a Palavra de Deus é plantada, a qual fará germinar a fé que permite conquistar.

7º- Ainda que Ela se tenha decepcionado muitas ou todas as vezes, ela recebe (José, Lia, Moisés, Séfora, Jefté, Rute, Samuel, Ana).

As decepções, na vida de uma pessoa, têm dois tipos de efeito: ou fazem com que ela guarde um ressentimento tão grande que deixa de confiar em tudo e em todos ou fá-la tentar vezes sem conta, até acertar. A Única Pessoa que não nos decepciona e que, de facto, cumpre o que promete é Deus e é isso que Ele nos revela na Sua Palavra: as Suas promessas e o seu cumprimento, através dos vários casos relatados na Bíblia. Por esse motivo, Ele sempre conduziu o Seu povo ao sacrifício, para provar que Ele nunca falha ou decepciona, especialmente quando a entrega por parte da pessoa é 100%.

Estas são as desculpas que as pessoas habitualmente apresentam para não sacrificar. Quem conseguir superar estas 7 desculpas básicas, verá os seus sonhos realizados.

Por seu servo em Cristo,
Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *