Mensagem

O Primeiro Mandamento de Deus

Deus deu ao Seu povo os 10 MANDAMENTOS por 3 motivos básicos: deserto

LIBERTAÇÃO
1º Para que este povo que, outrora, acreditava em Deus, e por isso de livre e Abençoado se tornou escravo (agora Deus lhes dava mais uma Oportunidade de serem Livres, por meio do Poder do Sacrifício), não apenas acreditasse, mas se convertesse a Deus, crendo n’Ele e tendo-O como O seu Único Deus, Senhor e Salvador. Os Mandamentos do Deus Vivo Libertam-nos de todas as mentiras, sofismas, transições, religiões, manipulações, fantasias e traumas.

PROTEÇÃO
2º Deus deu os DEZ MANDAMENTOS para que o povo, que até ali apenas acreditara, se tornasse Exclusivo Seu e a primeira condição era que se submetessem aos Seus Mandamentos, Ensinamentos e Orientações. Ou seja, os Mandamentos de Deus não são para privar ninguém de uma vida de qualidade ou excluir as pessoas de uma vida de prazer, pelo contrário, os Mandamentos – principalmente OS DEZ – são libertadores, transformadores, na verdade, os DEZ MANDAMENTOS foram dados para PROTEÇÃO do povo de Deus!

ALIANÇA
3º O terceiro motivo da dádiva dos DEZ MANDAMENTOS foi para que o povo tivesse, por meio da obediência e desta fé-inteligente que lhes protegeria, uma Aliança com Deus. E, então, passaria a existir a Salvação e uma consciência limpa. Apesar de em nós não haver perfeição, o cumprimento das Leis, a obediência à Palavra de Deus, faz-nos ficar com a consciência limpa.

1º “Não terás outros deuses diante de MIM”

Somos nós que decidimos se teremos ou não outros deuses diante de Deus. Todavia, o Próprio Deus afirmou que não existem outros deuses para além d’Ele, pois Ele é o Único Vivo e Todo-Poderoso. ELE É DEUS!

Existem outros sim, fabricados por mãos humanas, por pessoas religiosas, por espíritos malignos, pelos nossos próprios sentimentos, que são adorados ou reverenciados mais do que ao Próprio Deus. Para entendermos isso, temos que compreender que a Palavra DEUS significa “Aquele que tem que ser adorado, reverenciado, amado, Aquele a quem obedecemos”. Ou seja, não devemos amar, satisfazer, adorar, cultuar ou reverenciar a ninguém, nem a nós mesmos, aos outros ou qualquer outro deus que este mundo nos apresente, diante d’ELE ou até mesmo da nossa Fé, pois é ela que nos coloca diante de Deus!

E o que acontece quando colocamos outros deuses diante de Deus? Ele deixa de ser o nosso Deus. É este o núcleo do primeiro Mandamento, é como se Deus dissesse: “se você não quer que Eu deixe de ser o seu Deus, não tenha diante de si outros deuses.”
Foi por este motivo que o povo de Israel se tornou escravo dos egípcios por 430 anos, porque eles passaram a cultuar, criaram ou aceitaram outros deuses diante de Deus e o Único e Verdadeiro Deus, não divide o Seu Lugar com ninguém, pois só Ele merece e é digno do primeiro lugar nas nossas vidas! E, das duas uma: ou Ele está em primeiro lugar ou não está na sua vida, precisamente porque Ele não aceita outros deuses na sua vida.

O povo hebreu tornou-se escravo, humilhado, pobre, doente, miserável, triste, frustrado, infeliz, amargurado, porque cultuou outros deuses diante do Único e Verdadeiro Deus, por isso, pare, e analise o seu estado espiritual e o seu estado diante de Deus. Será que você não tem tentado impor os seus sentimentos, outras pessoas, as suas vontades, ou seja, outros deuses diante de Deus?

É isto que fazemos quando damos prioridade ao nosso casamento, vida profissional, desejos, projetos ou vontades… há pessoas que fizeram da sua família, diplomas, empresa ou igreja o seu deus, ou seja, quem coloca deuses diante de Deus é a própria pessoa e não o diabo.
Então, tome, hoje mesmo, a decisão de remover os outros deuses de diante de Deus, pois, só assim, tudo mudará na sua vida e você passará a brilhar!

Deus é contigo e eu também!

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *