Mensagem

O que você fez com eles?

“A quem muito foi dado, muito lhe será cobrado…”, E a mim e a si? O que será que nos foi dado? TUDO! 7nov

Num primeiro momento, a primeira coisa a esclarecer sobre a Parábola dos Talentos (Mateus 25.14-30), é que o “Talento” que é mencionado aqui, nada tem a ver com “talento” no sentido de dons e capacidades. O talento era uma espécie de peça de ouro, na época a mais valiosa de todas. Estima-se, fazendo uma comparação com os dias de hoje, que um talento de prata valeria algo em torno de 25.000€.

Porém, muitos, erradamente, interpretam os “Talentos” como capacidades ou aptidões, como advogar, costurar, administrar, cozinhar, conduzir, etc.

Apesar de este “Talento” mencionado no texto ser dinheiro, na interpretação do ensinamento desta história, podemos entender que Jesus Cristo é o senhor da parábola e que Ele nos dá muitas coisas valiosas (dons, capacidades, possibilidades, oportunidades, etc.) para usarmos, para multiplicarmos na nossa vida e, principalmente, para o Seu Reino. Mas, não se esqueça que nada é maior que o Talento da nossa Salvação.

Esta parábola trata-se, então, de confiar algo de valioso aos servos (nós), confiar que quem recebeu determinada preciosidade, irá multiplicá-la, investindo nesse seu Talento.

Então, o Senhor Jesus confiou-lhe, no mínimo, 3 Talentos de Grande Valor. E observe que, para Deus, o maior talento não é físico, e sim Espiritual, e são eles: o SEU NOME, A SUA PALAVRA E O SEU ESPÍRITO, e a própria vida! E mesmo que você não seja Batizado, o Espírito está sobre si e a prova está na sua resposta às seguintes perguntas:

    • Quem lhe inspira a orar?
    • Quem lhe coloca o desejo de ler a Bíblia e de vir à Igreja?
    • Quem lhe deu a compaixão pelo próximo?
    • Quem abrigaria na sua casa 10 pessoas ou alimentaria 10 famílias?

É Deus quem inspira em si esta atitude, pois o diabo só inspira a destruição! O diabo inspira a violência para o mal, a que você não ore, não creia, não vá e não busque! Por isso, todos nós temos pelo menos 3 Talentos, que devemos sempre multiplicar!

E não basta apenas saber ou reconhecer que os temos, devemos usá-los!!! Ou seja, entenda desta forma: “Eu estou vivo e devo usar esta vida como oferta para Deus!”

Por isso, o 4º Talento é a Vida (usar esta vida como oferta para Deus) e o 5º Talento é a Fé!

Todos nós recebemos o Máximo de Deus, por isso, se não multiplicarmos, até o pouco que temos nos será tirado! E esse pouco que nos será tirado é a Qualidade de Vida!

Deus vê e tem conhecimento de tudo e, neste preciso momento, Ele está a ver que você não está a investir na Obra d’Ele. E note, que esta Obra não são as quatro paredes, e SIM AS VIDAS… tal como no passado, foi investido em mim e em si!

Proponha-se, a partir de hoje, a trazer, por semana, uma pessoa nova ao Centro de Ajuda mais próximo de si, ou seja, MULTIPLIQUE OS SEUS TALENTOS!

Deus deu-nos o Seu Máximo: Nome, Palavra, Espírito, Vida e Fé. Tudo isso para que sejamos Salvos e Usados por Ele para Salvar a outros.

Quem, realmente, é servo do Deus-Vivo, tem condições de multiplicar os Talentos que o seu Senhor lhe confiou, porque foram revestidos de condições e autoridade para isso!

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *