Mensagem

O Sexto Mandamento de Deus

As 3 formas de matar

Portrait of a very angry manSabia que, neste preciso momento, você pode estar a cometer homicídio?

Os Mandamentos de Deus não foram dados para condenar absolutamente ninguém, pelo contrário. Os 10 Mandamentos foram dados com o objetivo de libertar o ser humano, de realizá-lo e protegê-lo, pois Deus e a Sua Palavra são um só!

E o 6º Mandamento é:

“Não matarás…” (Ex 20.13)

Alguém poderá argumentar: “Mas eu nunca matei ninguém”… mas é precisamente aí que está a questão. Quando Deus disse: “Não matarás”, estava a referir-se a um aspeto mais profundo, pois existem 3 maneiras que você e eu podemos provocar a morte.

A 1ª FORMA, e a mais perigosa, de matar alguém é NO CORAÇÃO. Quando você tem uma mágoa, um ressentimento contra alguém, você é assassino. Por exemplo, eu nunca matei e nem vou matar ninguém fisicamente, mas já matei pessoas no meu coração, quando guardei uma mágoa. Pois, quando você guarda uma mágoa de alguém, considera essa pessoa morta. Você evita-a, não olha e nem se importa com ela, não é verdade? Porque para si ela morreu, já não existe.

Então, existe o assassino que mata espiritualmente, guardando dentro de si sentimentos ou ressentimentos contra outros, por isso é que Jesus deixou claro que o perdão de Deus depende do nosso perdão. Jesus só perdoa a quem perdoa! Se não perdoamos aqueles que nos ofendem, Ele tão pouco nos perdoará, pois ninguém é perfeito. Mas, quando perdoamos a alguém, então, estamos a cumprir com o 6º Mandamento, espiritual e emocionalmente falando, então, isso faz com que Deus também lhe perdoe, mesmo sem você pedir perdão.

A 2ª FORMA de matar acontece quando a pessoa NÃO PRIORIZA A SUA COMUNHÃO COM DEUS, a sua salvação, não pratica os Ensinamentos do Senhor Jesus… para Deus, essa pessoa está morta. Porém, essa pessoa não está a matar ninguém, apenas a si própria.

“A outro disse Jesus: Segue-Me! Ele, porém, respondeu: Permite-me ir primeiro sepultar o meu pai. Mas Jesus insistiu: Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos.” (Lc 9.59-60). Isto significa que podemos estar vivos fisicamente, mas mortos espiritualmente e quando assim estamos, permanecemos mortos para Deus.

E como reconhecemos esta morte? Quando não damos ouvidos à Voz de Deus, quando não temos o coração aberto para aceitar os Seus Ensinamentos, quando não nos predispomos a agradá-LO, a viver e assumir a Fé Viva (porque a Fé, sem obras, é morta)… estamos mortos. Existem pessoas que não matam, mas mantêm-se a si próprias mortas espiritualmente, porque não querem servir a Deus, não querem estar vivas para Ele. Pois, para estar vivo para Deus, você vai ter que cumprir com os Seus Mandamentos. Isso significa que vai estar morto para o mundo, porque quem está morto para Deus, está vivo para o mundo, entrega-se aos seus prazeres, sente-se atraído, seduzido e tudo isso destrói o ser humano, de dentro para fora: o seu caráter, física, emocional, e sobretudo, espiritualmente.

A 3ª FORMA de matar que Deus condena acontece quando matamos fisicamente. Quando Pedro pegou na espada e cortou a orelha do soldado, defendendo-se, Jesus disse: “Pedro, guarda a tua espada, porque com a espada feres, com a espada serás ferido”. Por outras palavras, o Senhor Jesus estava a dizer: “Você não foi chamado para matar e sim para dar vida.” Aquele que mata literalmente, ignora o Mandamento de Deus e os malefícios que trará sobre si e sobre as vítimas do homicídio.

Obs.: Ao próximo pode-se matar das 3 maneiras:
– Matar aos outros com Mágoa.
– Matar com as palavras julgando ou condenando.
– Matar fisicamente.

A si próprio pode-se matar de 2 maneiras:
– Matar-se espiritualmente, valorizando mais as coisas materiais.
– Cometendo o suicídio.

Por isso, quem se suicida já está condenado!

COSTUMO DIZER ÀS PESSOAS que, quando se passa a desejar a morte, é porque já se assassinou os próprios sonhos. Você pode ver que toda a pessoa que tem o desejo de suicídio, ela já não tem sonhos. Ela não quer sonhar, não crê nos sonhos e por isso quer acabar com a sua vida, porque, na verdade, ela assassinou os sonhos que Deus lhe deu.

Então, Deus deu sonhos a todos, por isso, não dá o direito a ninguém de tirar a vida seja a quem for. E, se Ele quer realizar os sonhos de todos, tem que usar os Seus filhos para evangelizar. Por outras palavras, Deus conta com você e comigo!

Deus é contigo, e eu também!

Bispo Júlio Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *