Mensagem

Os “sem cara”

“A nuvem afastou-se de sobre a Tenda; e eis que Miriã achou-se leprosa, branca como a neve; e olhou Arão para Miriã, e eis que estava leprosa.” (Nm 12.10)

Muitas pessoas têm olhado para aqueles que deveriam ser um exemplo a seguir e têm-nos visto como vivos-mortos, isto quando deveriam olhar para aqueles que servem a Deus e ver como vivos para Deus e mortos para o mundo.bjf14_cda

Agora, Miriã estava diante de Moisés, Arão e mais de 3 milhões de pessoas como realmente era, ou seja, por dentro. O interior de Miriã, o que estava invisível, que ninguém via, nem o próprio Arão (já que ele era cúmplice), foi revelado.

Arão ficou sem cara para falar com Deus, mesmo sendo sacerdote, isso devido à sua cumplicidade com o erro da sua irmã mais velha. Quando erramos deliberadamente, ficamos sem cara para falar com Deus.

“Então, disse Arão a Moisés: Ai! Senhor meu, não ponhas, te rogo, sobre nós este pecado, pois loucamente procedemos e pecámos.” (Nm 12.11)

A pessoa que não é HUMILDE ou FIEL a Deus em TUDO, ela procede loucamente! Contrariamente a uma pessoa que tem o Espírito Santo, que não só se auto-domina, como ao próprio pecado. A pessoa que procede contra o espírito de HUMILDADE, FIDELIDADE ou de SUBMISSÃO A DEUS, ela procede loucamente, pois torna-se uma pedra de tropeço para si e para os outros.

Observe que Arão rogou a Moisés e não a Deus. Agora ele via Deus em Moisés e não meramente como o seu irmão mais novo. MOISÉS, AGORA, AOS SEUS OLHOS, ERA O PROFETA DO SENHOR! E ele reconhecia, se tivesse sido HUMILDE e FIEL como Moisés, quem sabe Deus não lhe falasse Cara a cara, boca a boca, como a falava a Moisés, pois com Arão Deus falava somente por meio de sonhos, visões e Moisés. Porém, Arão foi humilde e reconheceu o seu erro.

“Ora, não seja ela como um aborto, que, saindo do ventre de sua mãe, tenha metade da sua cara já consumida.” (Nm 12.12)

Já Miriã, tornou-se como um “aborto”, ou seja, quando a pessoa não é MANSA, HUMILDE ou FIEL A DEUS EM TUDO, seja quem for, ela torna-se como um “aborto”, ao invés de ser um “gerador de filhos para Deus”. Deus chamou-nos para sermos “geradores”, “multiplicadores”, fazendo discípulos de todas as nações. Porém, quando há rebelião, orgulho, desobediência e falta de FIDELIDADE, a pessoa torna-se um “aborto”, uma coisa feia, incompleta, algo que foi interrompido. E quantas pessoas nós conhecemos nessas condições? Que até começaram bem, mas, devido a maus exemplos, de um espírito de infidelidade ou rebelião, tornaram-se “abortos”.

“Moisés clamou ao SENHOR, dizendo: Ó Deus, rogo-Te que a cures.” (Nm 12.13)

Moisés rogou por Miriã, provando a sua HUMILDADE. Observe que isto acontece quando a pessoa não é pedra de tropeço, ou seja, não só cuida de si como dos outros, ao invés de condenar. E o homem de Deus faz isso!
O próprio Senhor Jesus não foi pedra de tropeço, pois Ele afirmou que não veio para julgar ou condenar. Mas Ele foi e é a Rocha da Salvação! Quem n’Ele for edificado, jamais será envergonhado.

Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *