Mensagem

Por quê a Fogueira Santa?

fogueirasantaA Fogueira Santa, desde o início, sempre foi inspirada para levar as pessoas a agir a Fé, a uma entrega… de espírito, alma e corpo

O que a Fogueira Santa exige, ao contrário do que muitos pensam, é da Fé, e não das pessoas, pois o CdA não exige nada de ninguém, mas a Fé sim, da própria pessoa! E uma vez a pessoa ouvindo a Palavra e absorvendo o espírito, vai exigir de si mesma uma entrega, o assumir, a materialização da sua crença, e é aí que acontece o maior de todos os milagres, que é a Salvação, a libertação, a conversão, o Batismo com o Espírito Santo… por outras palavras, quem não passou por nenhum destes estágios, com certeza, irá passar, ou seja:

Quem não é liberto… LIBERTA-SE;
Quem é liberto… CONVERTE-SE;
Quem É CONVERTIDO… NASCE DE NOVO;
Quem É NASCIDO DE NOVO… É BATIZADO COM O ESPÍRITO SANTO;
Quem É BATIZADO COM O ESPÍRITO SANTO… É AVIVADO, RENOVADO!
E isto só acontece com uma coisa: a FÉ associada à REVOLTA! Uma sem a outra não realiza a transformação, pois, isoladas, são insuficientes. Independentemente da Fogueira Santa, se a pessoa Sacrifica, se entrega por completo, ela terá sempre uma experiência com o Poder de Deus, pois:

o Sacrifício materializa a sua entrega, a sua dependência, confiança;
o Dízimo materializa a sua fidelidade, a honra, o empenho da sua palavra;
a Oferta voluntária materializa o nosso amor, a gratidão, consideração.
ESTA É A TRINDADE DA FÉ BÍBLICA, INTELIGENTE E VERDADEIRA!

A Fé tem que ser sempre acompanhada por obras, pois, quando não existe essa Fé Viva, ela é morta. Por isso, a Fogueira Santa é estritamente espiritual, pois trata-se de uma escolha pessoal e intransmissível do assumir da Fé e decisão em materializá-la, o que se traduzirá numa experiência com Deus que irá marcar a pessoa de tal forma, que a sua vida só poderá ser descrita entre um ANTES e um DEPOIS.

No exterior vai ser vista a cura, a libertação, a prosperidade, a reconciliação conjugal, a união familiar… tudo dependerá de a pessoa definir o que ela mais deseja conquistar. Porém, a nossa visão, como homens de Deus, é que você se torne um testemunho vivo da Ressurreição do Senhor Jesus, mostrando, sim, na sua vida, mas começando pelo seu caráter, porque assumiu a sua Fé, como é o exemplo de Gideão.

Qual foi a primeira coisa que Deus pediu a Gideão para fazer na prática?

“… derriba o altar de baal que é de teu pai, e corta o poste-ídolo que está junto ao altar. Edifica ao SENHOR, teu Deus, um altar no cimo deste baluarte, em camadas de pedra, e toma o segundo boi, e o oferecerás em holocausto com a lenha do poste-ídolo que vieres a cortar.”

Jz 6:25-26

Como é que Gideão poderia sacrificar o animal, sem derribar o altar de baal, cortar o poste-ídolo, edificar um novo altar e colocar a lenha sobre o mesmo? Impossível!

Deus não quer apenas o nosso bom, aceitável ou razoável, Ele Quer o nosso Sacrifício, que exige a pessoa “desprender-se” do poste-ídolo… desse costume, dessa mania, desse orgulho ou vaidade que o debilita, e que impede que você una a sua Fé à sua Revolta e exprima a mesma, sem reservas, por meio do seu Sacrifício-voluntário!

Deus é contigo e eu também!

Bjf
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *