Mensagem

Quem escolhe quem? (3ª parte)

“Apareceu-lhes Elias com Moisés, e estavam falando com Jesus.” (Marcos 9.4)

Face a face: Quem é que fala com Deus cara a cara? Que requisitos são necessários? Elias veio primeiro, pois a letra mata, mas o espírito vivifica. O desafio é importantíssimo, para que a letra venha a deixar de ser letra e passe a realidade. Primeiro, vem a ação, o desafio, o sacrifício. Moisés representa a obediência, sem retrucar, obediência em tudo. Tem que haver ação e obediência, estes são os requisitos para estar e falar com Deus, cara a cara. Jesus é o sacrifício e Ele convida-nos a seguir o Seu exemplo de entrega total. Assim como Ele, nós também podemos desafiar, obedecer e fazer a vontade do Pai.“Então, Pedro, tomando a palavra, disse: Mestre, bom é estarmos aqui e que façamos três tendas: uma será tua, outra, para Moisés, e outra, para Elias.” (Marcos 9.5)

Ser: Não temos o direito de falar sem ação, o momento era de agir, e é a ação que faz com que deixemos de apenas ESTAR para SER. Eu não posso estar como filho d’Ele, eu tenho que Ser filho d’Ele!

Agir: O momento era de agir e de procurar essa transformação, como, hoje em dia, todos estamos a ter essa oportunidade.“Pois não sabia o que dizer, por estarem eles aterrados.” (Marcos 9.6)

Espírito: Aquele que não tem o Espírito Santo, diante das revelações de Deus, fica aterrado, fala o que não deve, em vez de agir.

Brilho: Se colocamos em prática o que Deus nos revelou, então, não só brilharemos, como faremos brilhar.“A seguir, veio uma nuvem que os envolveu; e dela uma voz dizia: Este é o meu Filho amado; a ele ouvi.” (Marcos 9.7)

Direção: Deus não fala muito, Ele transmite o essencial, tudo o que precisamos de saber para praticar. Deus dá-nos a direção, pois nesta vida de nada adianta as boas intenções, importa, sim, seguir a direção, aquela que vem do Sacrifício, do Senhor Jesus. “a Ele ouvi”, disse Deus.
“E, de relance, olhando ao redor, a ninguém mais viram com eles, senão Jesus.” (Marcos 9.8)

Permanente: Muitos vivem apenas de relance, sem desfrutar, e tem que ser o contrário, o ‘relance’ tem que ser o que é mau, pois o que é bom deve e tem que ser permanente.

Semelhantes: Para que o nosso brilho e alegria sejam permanentes, então, temos que aproveitar as oportunidades, como esta de transformar a nossa vida e deixarmos de ser a imagem para sermos semelhantes a Deus.

Sacrifício: Deus não nos pede o impossível, mas, sim, tudo o que podemos fazer, que Ele venha a TRANSFORMAR a nossa vida de dentro para fora!

D.O.S.: Para enfrentar o diabo e vencer e, consequentemente, brilhar, precisamos de Desafio, Obediência e Sacrifício.“Ao descerem do monte, ordenou-lhes Jesus que não divulgassem as coisas que tinham visto, até o dia em que o Filho do Homem ressuscitasse dentre os mortos.” (Marcos 9.9)

Te vejo na IURD ou nas Nuvens!

Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *