Mensagem

Uma mudança visível

“Dito isso, cuspiu na terra e, tendo feito lodo com a saliva, aplicou-o aos olhos do cego, dizendo-lhe: Vai, lava-te no tanque de Siloé (que quer dizer Enviado).

Ele foi, lavou-se e voltou vendo. Então, os vizinhos e os que dantes o conheciam de vista, como mendigo, perguntavam: Não é este o que estava assentado pedindo esmolas? Uns diziam: É ele. Outros: Não, mas se parece com ele. Ele mesmo, porém, dizia: Sou eu. Perguntaram-lhe, pois: Como te foram abertos os olhos” (João 9.6-10).

Não existe ninguém melhor do que os vizinhos (amigos, familiares, companheiros de trabalho… pessoas que estão ao nosso lado) para saber como está a vida da pessoa, às vezes, estes até sabem que a pessoa deve dinheiro. E existem muitas pessoas que são conhecidas pelos problemas que estão a atravessar, sendo a sua situação tão precária, que chegam ao ponto de pedir ajuda aos vizinhos.

O cego pedia esmola, mas deixou de pedir, e, então, as pessoas começaram a questionar-se como é que agora ele conseguia ver. E, também, nestes tempos de crise, onde o mundo não vê oportunidades para mudar a situação, se há alguém que merece vê-las é o dizimista!

Está na hora dos dizimistas passarem a ver o que ainda não viram, que é a família unida, a cura, a prosperidade, o casamento restaurado, o/a filho/a transformado/a… e a única coisa a ser feita é obedecer à vontade de Deus! Mas, obviamente, que houve o esforço do mendigo de sair de onde se encontrava para ir até ao tanque. E foi essa a fé que o curou! E nós estamos a usar, nos domingos dos “Sinais de Deus”, as águas de um determinado lugar onde o Senhor Jesus fez acontecer Sinais, para que você veja o que ninguém ainda viu, ou seja, a oportunidade onde o mundo só vê dificuldade!

Afinal, em Jesus podemos ver tudo o que quisermos! E Ele veio para isso, para que quem não vê, passasse a ver! Contudo, a única condição para poder ver as Promessas Divinas é a obediência! Pois, em Jesus podemos ver tudo o que quisermos, bastando para isso crer! E quem o/a viu a si de uma maneira, verá agora de outra.

Te vejo na IURD, ou nas Nuvens!

Por seu servo em Cristo,
Bispo Júlio Freitas
bispojulio.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.


O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *