Mensagem

Você é um INICIADOR ou um TERMINADOR?

iniciadorAs qualidades de um são complementadas pelas do outro… INICIADOR e TERMINADOR, será que são duas pessoas distintas ou poderão ser as duas faces da mesma moeda?

Geralmente, a palavra INICIADOR ou INICIANTE, é vista como sinónimo de uma pessoa inexperiente. Porém, este INICIADOR de que falamos é aquele que tem a atitude de iniciar, tem a chamada “iniciativa”.

Você e eu somos INICIADORES, não somos? Sim! Porque nós iniciamos. A realidade é esta: se você não iniciar, ninguém iniciará por si! Se você não disser: “vamos fazer isto… limpar este espaço… lutar pelos nossos direitos”, ninguém o fará, não é verdade? Porque você é o INICIADOR de Deus.

Porém você, para além de INICIADOR, também é o TERMINADOR, por isso é que está escrito: “porque Deus é Quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a Sua Boa Vontade.” (Filipenses 2.13), porque n’Ele residem todas as coisas e é para a Sua Glória.

INICIAR e TERMINAR, eis as duas palavras-chave que fazem a ponte entre
o QUERER e o REALIZAR, e porquê?

1º: O INICIADOR sabe o que quer. Ele quer o que Deus mais quer, que é libertar, perdoar e salvar. Se Deus apenas quisesse salvar, Ele não teria prometido libertação ou as bênçãos, não é verdade? É a trindade de Deus: libertar, perdoar e salvar. Para que haja testemunho d’Ele aqui na terra e todos vejam e saibam que o Nosso Deus é Justo e Fiel à Sua Lei.

2º: O INICIADOR e TERMINADOR incentiva as pessoas a agirem sobre a Direção de Deus. Quer dizer, ele assume a sua Fé e vai em frente. Isso faz com que ele incentive outras pessoas a agirem sob a Direção de Deus. Muitas pessoas estão hoje com problemas e dececionadas porque agiram sob a sua própria direção, da família, dos outros ou das circunstâncias. Mas, o INICIADOR faz as pessoas assumirem a sua Fé e seguirem a Direção de Deus.

3º: Ele assume os riscos. Observe quantos riscos temos assumido? Como homens de Deus, foi um risco deixar os sonhos pessoais, a família, os estudos, a zona de conforto, enquanto outros, literalmente, tiveram até mesmo que deixar a empresa, o trabalho, algo que lhes dava uma segurança ou que lhes projetaria algo no futuro, como uma carreira. Então, VEJA que, desde o início até ao fim, tivemos que assumir riscos. O INICIADOR e TERMINADOR, ele assume riscos! Quer dizer, ele tem a sua confiança em Deus e não nas suas condições ou capacidades, por isso, ele arrisca. Ele não arrisca a salvação, mas ele arrisca, ele sempre está envolvido em riscos. Nós assumimos compromissos, vamos para um país que não falamos a língua fluentemente, evangelizamos em lugares perigosos, lidamos com pessoas endemoninhadas, pessoas doentes, convidamos pessoas a deixar a idolatria, a prostituição, os seus “deuses”… são riscos. O INICIADOR e TERMINADOR, ele assume riscos!

4º: Ele comete erros, mas não insiste nos mesmos. O INICIADOR e TERMINADOR comete erros, mas não erros de caráter. Ele comete erros administrativos, na Obra, de convivência, porque cada pessoa é um mundo. Todavia, ele não insiste no erro, pelo contrário, aprende com o mesmo, amadurece e cresce. Você pode ver que quando a pessoa erra e aprende, ela cresce, já quando a pessoa erra e não reconhece e volta a cometer o erro, ela fica como se estivesse estagnada, parada no tempo. Mas nós não somos esse tipo de pessoa, não somos apenas INICIADORES, somos INICIADORES e TERMINADORES. Nós terminamos o que iniciamos!

5º: Ele vai, com toda a força, coragem e determinação! Quer dizer, ele não se distrai na sua missão. Sim, ele tem uma missão, por exemplo: eu sou pastor por vocação, Deus me chamou, Ele me escolheu, deu-me condições, logo, eu tenho uma missão, não estou aqui para perder o meu tempo com nada que não vá acrescentar à minha vida, nem me vai proporcionar êxito na minha missão. Vou-me envolver com aquilo ou aqueles que vão acrescentar de forma a que eu tenha êxito na minha missão.
E, assim, ele coloca toda a sua força, coragem e determinação pessoal, ele vai sem que nada o detenha!

Deus é contigo e eu também!
Bispo Júlio Freitas
juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

Ricardo Pinheiro Responder 28 Outubro, 2014 às 2:42

Muito boa noite Grande Bispo Abençoado, Muito Forte essa Palavra, Maravilhosa, Sábia e Edificante!!! Que Deus o Abençoe Extraordinariamente e Proteja sempre e também a sua Preciosa e Amada Família!!! Amém!!! Um grande abraço.

Alexandre Nascimento Responder 28 Outubro, 2014 às 8:32

“… e Deus descansou ao sétimo dia depois de todos as Suas obras.” Genesis 2:2.
Bom dia Bp Júlio ,O Nosso Criador do Universo e da Universal foi o maior exemplo de iniciador e terminador , na fundação do mundo , no projeto da salvação de Adão a Cristo, e na nossa transformação terrena e celestial , obrigado pela mensagem libertadora e edificante pois, em tudo que fazemos , como o senhor disse , iniciamos com entusiasmo , no decurso vem os obstáculos e as dificuldades e só chegaremos ao objectivo se houver realmente perseverança de nossa parte.
Um forte abraço ao senhor e família.