Mensagem

Você tem “arredado”?

“Arredados” ou “adiantados”… a Palavra de Deus comprova que cada cristão se divide entre um e o outro!

E Pedro, chamando-O à parte, começou a reprová-Lo, dizendo: Tem compaixão de Ti, Senhor; isso de modo algum Te acontecerá. Mas Jesus, voltando-Se, disse a Pedro: Arreda, satanás! Tu és para Mim pedra de tropeço, porque não cogitas das Coisas de Deus, e sim das dos homens.” 

Mt 16.22-23

O diabo, vendo que temos um objetivo concreto em mente, e pretendemos Sacrificar pelo seu cumprimento, usa todos os seus meios para nos impedir. Ele sempre tentará impedir que cheguemos ao Altar de Deus, porque chegar ao Altar de Deus não é uma tarefa fácil, na verdade, requer uma entrega total: SACRIFÍCIO! E é justamente o Sacrifício que você e eu fazemos que nos faz ficar na total dependência de Deus, impedindo o diabo de nos tocar!adiantar2

Ele (o diabo) sabe que, enquanto estivermos a reter algo, ele irá usar este “mesmo algo” para nos atingir, tocar, sensibilizar, emocionar, preocupar, enfraquecer, entristecer ou transmitir uma falsa sensação de bem-estar. Porém, quando vamos para o Altar e sacrificamos, ficamos, aparentemente sem nada, e 100% nas Mãos de Deus! O diabo sabe que a nossa força está, justamente, em ficarmos na dependência de Deus! E isto só acontece quando o nosso Sacrifício é total, ou seja;

– ESPIRITUAL (obediência à Palavra de Deus);
– FÍSICO (negamos ao nosso “Eu”, vontades, manias, sentimentos, fraquezas…)
– E MATERIAL (ficamos na dependência de Deus, confiando que Ele cumprirá com o Prometido) e, assim, ele não nos poderá tocar.

O diabo “manifestou” em Pedro, usou-o, quando este tentou dissuadir o Senhor Jesus de Sacrificar, mas Ele, por Sua vez, em Espírito, detetou, e disse: “arreda!”. E quem é que tem que “arredar”, nós ou o diabo? Porém, o que é que temos visto? Precisamente o contrário… a verdade é que, a grande maioria dos que dizem ser de Deus, “arreda” quando se fala em Sacrifício e quem o faz, também “arreda” da Salvação e de tudo o que está relacionado à Mesma, ou seja, ao que Deus Quer Fazer nas nossas vidas.

Todavia, Deus só age verdadeiramente nas nossas vidas se não “arredarmos” e sim nos “adiantarmos”, como diz a Bíblia, que Jesus “Se adiantou” e chegou a Jerusalém antes dos Discípulos. Se eles estavam juntos, por que motivo não conseguiram acompanhar o Seu passo? Porque quando estamos no Sacrifício, avançamos, adiantamo-nos, apressamo-nos, incluímo-nos e nunca nos excluímos.

Sabendo, pois, Jesus todas as coisas que sobre Ele haviam de vir, adiantou-Se e perguntou-lhes: A quem buscais? Responderam-lhe: A Jesus, o Nazareno. Então, Jesus lhes disse: Sou Eu. Ora, Judas, o traidor, estava também com eles. Quando, pois, Jesus lhes disse: Sou Eu, recuaram e caíram por terra.” (João 18.4-6)
Observe que as pessoas que têm medo de Sacrificar, que renunciam o Sacrifício, porque têm medo de ser criticadas, julgadas e condenadas pelo mundo (como foi o Senhor Jesus), elas tropeçam e caem. E quando uma pessoa tropeça e cai, o que é que acontece? Ela fica para trás! Em quê? Na Fé, na sua relação com Deus, na sua vida espiritual… por isso é que o diabo nos tenta, ou seja, ele tenta-nos para que caiamos e fiquemos prostrados, para trás, angustiados… Todos tivemos a oportunidade de Sacrificar, porém, uns cederam aos sentimentos de pena, medo, insegurança, tendo sido convencidos pelo diabo. Porém, ao Senhor Jesus ele não conseguiu convencer, porque ele tenta com as “coisas dos homens” e não com as espirituais. E quais são as “coisas dos homens”? As coisas físicas, aquilo que vemos, ouvimos, ou seja, tudo aquilo a que os nossos 5 sentidos têm acesso.

Veja que o diabo usou os sentimentos para tentar debilitar ao Senhor Jesus, assim como ele, hoje em dia, usa os sentimentos para também tentar debilitar-nos, e quem se deixa influenciar tropeça, retrocede, “arreda”, ao invés de se “adiantar” e esses são os que, infelizmente, continuam a ser oprimidos e escravizados.

Mais tarde, Pedro foi posto outra vez à prova e negou o Senhor Jesus três vezes e ele só se arrependeu quando se recordou das Palavras do Senhor Jesus. Ou seja, ele deixou-se usar pelo mal; o Senhor Jesus repreendeu o diabo que estava a usar os seus sentimentos, mas ele não vigiou, por isso acabou por negar o Senhor Jesus 3 vezes nos dias que se seguiram. Isto significa que a pessoa, mesmo crendo em Deus, pode ser usada pelo mal e, se não reparar esse erro, mais adiante pode sofrer ainda mais deceções, até que se arrependa.

Continua amanhã, sexta-feira…

Bispo Júlio Freitas

juliofreitas.com

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *