Mensagem

7 coisas que você tem que saber

Veja abaixo as fotos de domingo, dia 30 de Maio, onde o Bispo Júlio Freitas esteve falando sobre este tema.

Você nunca se perguntou por que é que Deus criou o Homem no sexto dia e não no primeiro? Porque está escrito que depois que Ele viu que TUDO o que tinha criado era bom, então, colocou o homem no jardim para desfrutar de TUDO! E por que é que Deus age assim? Porque ele é pai e não quer que você desfrute apenas de algumas coisas boas, mas sim de tudo, porque tudo o que Ele criou é bom!

Para além de ter criado o homem no sexto dia, ordenou que o mesmo fizesse sete coisas. Trouxe à consciência do homem sete necessidades básicas e essenciais, para que ele pudesse desfrutar de tudo. E esta totalidade aplica-se à saúde, ao amor, à realização familiar. Deus quer que você tenha uma vida totalmente realizada! Foi por esse motivo que só depois de ter criado tudo o que é material é que Ele criou o homem, porque este não subsiste neste mundo sem o aspecto material.

“Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse:

(1) “Sede fecundos…(Gn 1.27-28). Fecundar significa gerar e foi esta a ordem de Deus, que Adão fosse fecundo, ou seja, um exemplo para os seus filhos, o que implicaria ter para dar.

(2) “multiplicai-vos…”, foi a segunda ordem de Deus e isto não acontece apenas quando temos filhos, mas sim quando damos testemunho da nossa vida, mesmo para pessoas que não conhecemos. Se através do nosso testemunho muitos forem salvos ou tiverem as suas vidas transformadas, então, estamo-nos a multiplicar.

(3) “enchei a terra…”, Deus quer que nós enchamos a terra e isto acontece através do nosso testemunho, com a nossa família exemplar, a nossa saúde, a nossa prosperidade, o nosso carácter irrepreensível, o nosso exemplo de vida. Deus quer fazer algo tão grande nas nossas vidas, que quer que elas encham a terra.

(4) “sujeitai-a…”, mas, para que isso seja possível, você tem que estar por cima, tem que ter autoridade.

É por isso que Deus quer que o Seu povo esteja sempre por cima e nunca por baixo, pois Ele sabe que só quem está por cima tem a capacidade de sujeitar e nunca quem está por baixo. E Deus quer isto não para que você humilhe ou pise os outros, mas para que ajude o seu próximo, gerando trabalho, seja um exemplo a ser seguido e evangelize os outros com autoridade. Assim como muitas pessoas no poder que são um exemplo negativo, que você seja um exemplo positivo, tanto para a sua família, como para o governo e para a sociedade em geral. E para si, que pensa que não é ninguém, saiba que você é um filho de Deus, antes de o ser do seu pai ou da sua mãe.

Deus é quem nos fez, ao sexto dia, para que desfrutemos de tudo o que Ele criou.

(5) “dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo o animal que rasteja pela terra”, ou seja, Deus quer que dominemos sobre tudo e em nada sejamos dominados, pois nada pode dominar aqueles que são de Deus e eu creio nestas palavras! De facto, o ser humano é capaz de dominar as aves, os peixes, inclusive baleias e até elefantes, contudo, ele só é capaz de dominar a si mesmo quando sobe o monte de Deus e se entrega.

“E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado TODAS as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e TODAS as árvores em que há fruto e que dê semente; isso vos será para mantimento” (Gn 1.29), ou seja, Deus não quer que passemos necessidades. “E a todos os animais da terra, e a todas as aves dos céus, e a todos os répteis da terra, em que há fôlego de vida, toda a erva verde lhes será para mantimento. E assim se fez. Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom” (Gn 1.30). Há pessoas que dizem que tudo está muito mau, mas com Deus tudo tem que ser muito bom, uma vida maravilhosa.

(6) “tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar” (Gn 2.15). Por outras palavras, Deus estava a dizer que o homem teria de trabalhar, pois Ele não criou o ser humano para ser indolente ou preguiçoso. Tudo é “muito bom”, mas é necessário “cultivar”. Cultive o seu casamento, a sua saúde, o amor, a paz, a relação que tem com os seus filhos, com os seus clientes. O mundo até pode estar em guerra, mas você tem que estar em paz, pois só assim terá vida e será feliz! Para além de “cultivar” também é necessário “guardar” e isto ninguém poderá fazer por si!

A última orientação de Deus foi a seguinte:

“E o SENHOR Deus lhe deu esta ordem: De toda a árvore do jardim comerás livremente…” (Gn 2.16), ou seja, o homem foi criado para ser livre, por isso, o que quer que seja que o tem estado a escravizar não provém de Deus.

(7) “mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn 2.17). Deus fez tudo e pediu ao homem uma só coisa, que fosse fiel e reconhecesse que Ele é o criador e o homem a criatura. Aquela árvore no jardim representava a fidelidade do homem para com Deus, que é o dízimo. Ou seja, Deus dá-nos tudo e pede apenas a nossa fidelidade em troca e Ele criou o homem, ao sexto dia, para que ele fizesse estas sete coisas!

BISPO_MENSAGENS

Por seu servo em Cristo, Bispo Júlio Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *