Mensagem

Pequenas grandes decisões

Pequena-grandes-decisoes

Há decisões que você toma que fazem pouca diferença na sua vida. Colocar a roupa branca ou a azul…

Pedir o sanduíche de frango ou de carne. Assistir um filme ou passear no parque. As diferenças e consequências são mínimas.

Mas há decisões que impactam sua vida por um bom tempo ou até para sempre. Com quem irá casar. A carreira que irá seguir. Onde vai morar. Se irá praticar a fé, e qual.

Quando eu olho para trás, vejo algumas decisões, talvez menos de dez, que influenciaram profundamente a minha vida. Decisões certas. Cruciais. Penso sobre como teria sido tão fácil eu ter escolhido outro caminho. Ter me casado com outra pessoa. Caído em tentação. Desistido no momento do desânimo. Jogado tudo para o alto. Ouvido a voz do meu coração.

Mas graças a Deus e Sua misericórdia que iluminou minha mente para tomar a decisão certa naquela altura. Até hoje colho os frutos. Mas não foi Deus quem tomou a decisão por mim. Ele apenas me apresentou as opções. Me aconselhou segundo Suas palavras. E me deu a liberdade de fazer o que eu quisesse. Eu é que preferi abrir mão dessa liberdade e deixar que o que Ele disse prevalecesse em minha vida. Não foi sorte. Não foi superinteligência. Foi submissão. Obediência.

Quando queremos ser sábios aos nossos próprios olhos, normalmente fazemos burrices. Quando reconhecemos que somos burros diante da sabedoria de Deus, e escolhemos segui-la, nos tornamos sábios.

Grandes decisões nem sempre parecem grandes quando você as toma. Só lá na frente ficará claro quão fundamentais elas foram. Como saber, então?

A melhor coisa é sempre fazer o que Aquele que sabe diz.

Bispo Renato Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

nhimara Responder 23 Agosto, 2016 às 18:37

É sempre importante sermos determinados,nos nossos objectivos! e resolver
um de cada vez… não se pode resolver todos de vez! saber perseverar…ter sempre Fé!