20º Dia : De que forma posso amar a Deus?


Olá a todos os internautas!

É um prazer estar aqui convosco, todos os dias. Eu gostaria de continuar com os posts diariamente, por toda a minha vida! Porque o contato que tenho com vocês, é com Deus também. Vocês fazem-me bem, assim como eu também lhes faço.

Hoje é o 20º Dia do Jejum e o tema é o seguinte: “De que forma posso amar a Deus?”

Acompanhe comigo no livro de Deuteronômio, capítulo 6, versículo 5:

“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.
Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração;
tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.”

Deuteronômio 6:5-7

Aqui está um segredo para relacionar-se com Deus, como amá-Lo! Vou explicar “tin tin por tin tin”. Quando Ele diz:

“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração…”

Deuteronômio 6:5

Temos estado a falar durante este Jejum sobre o coração, sabe que este é o centro dos seus sentimentos, do ser interior, o que sente, ali está muita coisa, que acaba por predominar na sua vida. Quais são os seus sentimentos? Responde-me: “Olhe, eu sinto uma tristeza, uma dor, fico decepcionada, guardo sentimentos, coisas do passado, etc., etc., etc.”

“…de toda a tua alma…”

Deuteronômio 6:5

A alma é onde está a sua vontade, o seu desejo, para onde se “inclina”, o que sempre quer servir. Por exemplo, está a namorar, está noiva e “doida” para casar, não vê a hora que isso aconteça, esse é o seu desejo. Isso é a alma! O seu desejo, a sua vontade, inclusive os seus pensamentos refletem-na.

“…e de toda a tua força.”

Deuteronômio 6:5

Que força é essa? Interessante, que Deus diz:

“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força.”

Deuteronômio 6:5

São três coisas distintas.

A força é exatamente o objetivo, é o que traça o caminho para alcançá-lo. É por isso que tem força, disposição, está pronta para alcançar aquele objetivo. Vou dar-lhe um exemplo: namora e não vê a hora de encontrar com o seu namorado. Então coloca a melhor roupa, arranja-se, penteia o seu cabelo, tem o objetivo de o fazer amá-la mais, ficar mais apaixonado. Isso é colocar força! Dedica tempo para investir naquele objetivo, ou seja, demora para arranjar-se, procura roupa bonita, porque tem um objetivo e este tem a ver com a sua meta, com a sua mente.

“Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração;”

Deuteronômio 6:6

Deus diz o seguinte: “Estou a mostrar-lhes para Me amarem desta forma, têm que fazê-lo de todo o coração.” Os seus sentimentos vão vir, ou seja, os ciúmes, a inveja, o orgulho, a vaidade, os maus olhos, as recordações do passado… Eles vão vir, mas não podem permanecer dentro de si! Porque quer amá-Lo de todo o seu coração, então não pode ficar dividida com o passado, com os ciúmes, a inveja, com algo seu, pessoal, mas rendida a Deus! E a alma? Também! Você não pode amar e apenas evitar… Evitar não olhar com maus olhos, o orgulho, a prepotência. Tem que ter a vontade, o desejo de amá-Lo em primeiro lugar. Eu não posso colocar a minha mãe, o meu namorado, o meu filho, o meu marido, o trabalho em primeiro lugar. Quero que a minha alma deseje, em primeiro lugar, a Deus; inclinar-me e desejar as coisas relacionadas com Ele, com o meu Deus! Com toda a força, ou seja, ter o objetivo de servir. Porque quando tem o objetivo de amá-Lo, quer trazer nas suas mãos algo aceitável a Ele.

“Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos…”

Deuteronômio 6:6-7

Vai revelar aos seus filhos o que está a viver. Se estou a amá-Lo de todo o coração, com a minha alma e com toda a minha força, então certamente as minhas palavras vão refletir isso! Como? Vou revelar isso aos meus filhos, às pessoas que estão comigo, que cuido.

“…e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te.”

Deuteronômio 6:7

Este versículo é para mim! Aliás, tudo o que lemos aqui é para mim. Deus quer que eu viva para Ele, pense Nele, O deseje, e se isso viver dentro de mim, quando estiver em família, a andar para algum lugar, a minha mente vai estar a pensar, vai deitar-se e levantar-se a pensar nisso!

Engraçado, não é que muitas vezes nos levantamos, vamos dormir, a pensar em agradar a “fulano e ciclano”… É ou não é verdade? Em servi-los… E não a mentalizar, desejar com toda a nossa força e objetivo agradar a Deus. Temos que estar bem vigilantes a nosso respeito, porque podemos desviar a nossa entrega a Deus, substituindo-a por um objetivo pessoal ou com necessidades que estão em falta. É ou não é?!

Minha amiga internauta, coloque a sua força naquilo que lhe vai fazer bem! A seu respeito, vou falar no post “A Minha Amiga”, e vai “arrebentar!” Queria convidar a si jovem, senhora madura, aos homens, é para todos vocês! Vai saber como cuidar de si. Aguardo-vos!
Na próxima semana estaremos aqui juntinhos, colocarei este post à quarta-feira! Então procure no meu Blog, para que possa lê-lo.

Um grande abraço para vocês. Até amanhã!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *