2º dia – Você não pode imaginar… o quanto o pedido de Deus te beneficiaria!

Olá a todos os internautas. Iniciámos ontem o Jejum de Daniel. Hoje é o 2ºDia. E vamos dar continuidade ao Livro de João, capítulo 4, onde estamos a falar sobre a mulher samaritana.

Se não teve a oportunidade de ouvir o primeiro dia, sugiro-lhe que comece do início, pois só tem a ganhar.

“Replicou-lhe Jesus: Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” (Jo.4:10)

Quando Jesus pediu àquela mulher samaritana que Lhe desse de beber, ela interrogou-O como lhe pediria tal coisa… Foi sobre o que falámos ontem. E hoje Ele lhe respondeu: “…Se conheceras o dom de Deus e quem é o que te pede: dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.” 2dia_cda

Ah… se você amiga internauta, conhecesse o dom de Deus, o presente de Deus; se conhecesse o Deus maravilhoso que tenho para lhe dar, não interrogaria, mas diria: “Que mais o Senhor quer de mim? O Senhor pede-me toda a minha água – que é a minha vida – simples, que não é algo eterno, nada além de problemas, dificuldades, fraquezas, erros, pecados… o que o Senhor quer mais de mim?!”

Na realidade, quando Deus falava comigo através desta passagem, eu estava com lágrimas nos olhos. Porquê? Porque Deus pede algo tão simples, e nós fazemos disso uma “tempestade”. Parece que quando Ele pede algo – e falo de mim – quando Ele pede algo meu, às vezes sinto-me como você se sente… que Deus está a pedir algo que me pertence, que conquistei com tanto sacrifício, e agora Ele pede aquilo que nem sequer tive o prazer de usufruir da forma como gostaria.

E quando li esta passagem, entendi isso, amiga internauta, que aquilo que Ele nos pede, não é algo do “outro mundo”; aquilo que estou a sentir é que é algo do outro mundo, sim! Porque os sentimentos são confusos, infernais, e fazem uma confusão na nossa cabeça. Mas Ele pede apenas a sua “água”, o que tem para Lhe oferecer, daí as Suas Palavras: “Se conheceras o dom de Deus…”. Ou seja: “Se soubesse que aquilo que lhe estou a pedir a beneficiaria… Aos seus olhos, carnais, não entende que será para seu benefício, mas se apenas obedecer, conhecer esse dom de Deus…”.

Eu digo-lhe que eu sei que dom é este, mas todas as vezes que Deus me pede algo, há certas situações que me custam muito. No entanto, quando conhecemos este Deus, pode custar-nos por alguns dias, mas aquilo não nos custará por toda a vida, pois entenderemos que nos pede, e em troca nos dará a água viva!

Talvez diga: “Mas o que Deus quer de mim? Que água é essa e que vida eu tenho para dar a Jesus? Você Viviane, já sabe o que Deus lhe está a pedir… mas e eu, que tenho catorze ou quinze anos, cinquenta anos ou trinta, e não sei o que Deus quer de mim, estou perdida… não sei o que Deus quer que eu lhe entregue!”

Amiga internauta, se ao menos perceber a sua vontade… e mesmo que diga que quer o Espírito Santo, o que alimenta que a tem afastado d’Ele? Talvez seja uma amizade, um familiar, nutre um sentimento de perda por alguém que faleceu, que está distante ou porque está sozinha… e o que mais vive neste momento é o seu “mundo”, a sua vontade; os seus pensamentos estão voltados para aquilo que perdeu ou por aquilo que não quer entregar… que pretende nutrir para o resto da sua vida.

E a proposta deste Jejum de Daniel é justamente dar as costas para a sua vontade. Daí a Igreja Universal em todo o mundo estar em uma só fé e em um só espírito, para se voltar para Deus e ser sensível à Sua voz!

Talvez diga ser batizada com o Espírito Santo, teve experiências maravilhosas, mas tem vivido o seu mundo e, por isso, tem estado distante de Deus. E isso vê-se na sua forma de falar com Deus, de ir à Igreja, de ler a Bíblia, de se entregar… vive o seu mundo como uma religiosa. Fala com Deus em certos momentos, quando está na Igreja, mas fora isso, Deus fica esquecido na sua mente.

A proposta deste jejum é para que se foque e não se distraia com nada deste mundo, nem com televisão, nem com filmes… nada que volte a sua mente para algo que a faça voltar a ter sede.

Quero que você deixe aqui o seu comentário, hoje! Desabafe o que está no seu interior. Definiu, e diz: “Agora estou a entender exatamente a minha situação, e eu quero mudar!” Então amiga internauta, coloque toda a sua força neste Jejum de Daniel. Se possível, vá à Igreja todos os dias. Ainda que só tenha uma ou duas pessoas, ou que vá a uma reunião que não tem ninguém, e seja a única pessoa… Amiga é você que precisa, então você é que tem de colocar toda a sua força! Faça a sua parte. Participe neste Jejum os 21 Dias, ouça este áudio e faça-o nos dias certos. Seja pontual, proponha um horário para o ouvir, pois pode fazê-lo a qualquer hora do dia. Você pode, sim! Quando queremos, nós vamos… É chegada a sua hora; é você e Deus!

Use a força que está dentro de si, a sua vontade e querer… Entregue-se de corpo, alma e espírito, porque Deus vai honrá-la e encontrará essa água viva!

Estaremos amanhã aqui de volta. Conto com a sua participação.

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *