5º Dia: O que faz o coração idolatrar?

Olá a todos os internautas. É sempre um prazer estar aqui convosco.

Hoje já o 5ºDia do Jejum. E se está realmente disposta a fazer tudo novo neste Jejum, também tem que estar disposta a ouvir a verdade, que funciona como uma espada de dois gumes, penetrando onde ninguém pode penetrar. É a Palavra de Deus! A mesma que abre os nossos olhos, o nosso entendimento, quando é aceite.
Mas se você não está à procura de desenvolver o seu relacionamento com Deus, as suas palavras não vão coincidir com as suas atitudes.

Hoje vamos abordar o tema: “O que faz o coração idolatrar?”

Acompanhe comigo, no livro de Colossenses, capítulo 3, versículo 5:

“Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria; por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência].
Ora, nessas mesmas coisas andastes vós também, noutro tempo, quando vivíeis nelas.
Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar.
Não mintais uns aos outros, uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos
e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou…” (Colossenses 3:5-10)

Preste bem atenção nas palavras de Deus: “Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena…”. Dirá você: “Ah, mas não é Deus que tem que fazer isto?!” Não! É você que faz morrer esta velha natureza. E como? Deixando de a nutrir, de a apreciar, de gostar e de a aceitar!

Quando eu aceito uma das caraterísticas apontadas no versículo acima, como a prostituição, que designa uma relação sexual ilícita, esta pode existir mesmo no seio do casamento. Há certas coisas que são proibidas, como por exemplo: sexo anal. E o sexo oral não convém, porque não é saudável.

E porque é que isto não é agradável a Deus? Porque não está de acordo com o que Deus criou. Ele criou a forma certa de se ter a relação sexual.

Na prostituição também se incluem:

  • O adultério, que significa trair o seu companheiro;
  • A fornicação, que é manter relações sexuais antes do casamento;
  • O homossexualismo, quando o homem gosta de outro homem;
  • O lesbianismo, quando a mulher se sente atraída por pessoas do mesmo sexo;
  • Relação sexual com animais;
  • Relação sexual com parentes próximos.

Quem faz “morrer” esta natureza, é você! É o próprio indivíduo que pratica tais coisas.

Impureza – Refere-se à falta de pureza; forma de ser sensual. Como por exemplo, colocar a roupa para chamar a atenção da pessoa que gosta ou para mostrar o seu corpo. Isso não é de Deus.

Você que usa “calcinha” (cuecas) fio dental, isso não é apropriado. E com roupa nenhuma, seja branca, preta ou azul… independentemente da cor. Porquê? Porque as suas nádegas vão chamar a atenção, vão ficar a “balançar”! O que faz com que outros homens olhem para si. Vai incentivar alguém a olhar para as suas “nádegas.” Isto é muito feio!

Paixão lasciva – A sensualidade, e não apenas através da roupa, mas com a maneira de ser, de se comportar, de andar, como “rebolando” para chamar a atenção.

Desejo maligno – No modo de pensar, sentir e agir. Quando deseja algo maligno, refere-se a algo destruidor.

Avareza – A pessoa que é apegada ao dinheiro, que não tem generosidade, que é mesquinha. Às vezes acaba por pecar, por ter um tipo de vida muito limitada na área económica. Quando vive com outra pessoa, por exemplo, não quer compartilhar, não ajuda, quer que todos olhem para si, tenham pena da sua situação e a ajudem. Mas você também tem que fazer a sua parte! Quanto mais retém, mais lhe falta.

Tudo o que abordámos sobre as caraterísticas acima mencionadas são idolatria!

Porquê?

  • Porque curva-se perante algo que não é Deus;
  • Curva-se ao seu ímpeto, ao amor excessivo pelos seus desejos e necessidades.

“…por estas coisas é que vem a ira de Deus [sobre os filhos da desobediência].”

Quem são estes filhos da desobediência?

Justamente as pessoas que estão na Igreja, sabem a verdade, mas querem fazer do seu jeito; à sua maneira. E sobre estes filhos da desobediência vem a ira de Deus!

E muitos pensam assim: “Quer dizer que Deus tem ira?!”

Tem!

Há pessoas que pensam que Deus não pode ter ira e que apenas o ser humano se pode irar. Mas quando faz o que é desagradável perante Deus, acende tanto a Sua ira, quanto das pessoas à sua volta.

“…Agora, porém, despojai-vos, igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência,
linguagem obscena do vosso falar…”

Quando alguém é filho da desobediência e pratica as coisas que acima mencionámos: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza… este tal também se ira, mas não por algo “justo”, senão porque quer do seu “jeito”. Tem indignação, maldade, malícia. Não quer pagar o “preço”!
Por vezes, é da Igreja, e apenas por isso não quer pagar o que lhe estão a vender ou o serviço que lhe estão a fornecer, dizendo: “Eu sou membro e você também é membro… então dê-me, pois você é de Deus e tem que doar…”

Amiga internauta, você tem que saber o seguinte: Cada pessoa tem as suas responsabilidades, e você não tem que se aproveitar porque outro cristão trabalha e tem condições, para que lhe facilite as coisas. Não é assim!

Estas “coisinhas” que aparentemente parecem “bobeira”, tudo isto sai do coração!

Por vezes as pessoas querem o Espírito Santo, mas estão apegadas ao dinheiro, a coisas insignificantes, como os seus desejos, manias, pensamentos fixos…

“Agora, porém, despojai-vos…”

Quem tem que se despojar? É Deus?! É o pastor?! A esposa?!

É quem pratica tais coisas!

“…igualmente, de tudo isto: ira, indignação, maldade, maledicência, linguagem obscena do vosso falar.
Não mintais uns aos outros…”

Há muitas pessoas que acabam por mentir porque querem agradar a outros ou criar um “bom” ambiente. E porquê isto? Porque não odeiam o pecado. E então aceitam camuflar, enganar e mostrar uma coisa que não são…

“…uma vez que vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos revestistes do novo homem que se refaz para o pleno conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou…”

Minha amiga internauta, veja como o coração pode idolatrar desejos, manias, defesas, pois quando está irada, indignada, tem maldade…. Talvez porque, eventualmente já foi decepcionada, então acha que outras pessoas têm o mesmo comportamento de quem a decepcionou. Assim, já não confia em mais nenhum homem, em nenhuma outra amizade ou amiga, porque carrega o passado dentro de si! Tem que assumi-lo para Deus e despojar-se disso.

Quando for para a reunião, exponha-o a Deus!

Por isso é muito importante você estar bem cómoda, a fim de ser quem tem que ser diante de Deus. Quando estiver na Igreja e precisar falar com Ele, afaste-se de quem esteja próximo, para se ajoelhar ou para colocar a cara na parede… mas fale e revele quem tem sido.

Ajude-se, amiga internauta! É você que tem que fazer morrer essa velha natureza e despojar-se; é você que tem que odiar as suas ações e não mais nutrir pensamentos nocivos e maldosos; é você que tem que olhar com bons olhos.
Não é Deus e sequer o Espírito Santo, mas eu e você, quando assim o queremos!

Quando eu quero eu falo com Deus; quando eu quero, eu como; quando eu quero, eu durmo; quando eu quero, eu trabalho; quando eu quero, eu faço o que é certo!

Porque afirma ser o diabo, o passado ou por motivo de estar a enfrentar muitos problemas?! Amiga internauta, problemas todos enfrentamos, e estes são ótimas oportunidades para termos experiência com Deus. Mas isto só acontece quando nos despojamos; rasgamos o “verbo” para Deus, dizendo aquilo que está dentro de nós.

Seja sábia e pratique o que tem ouvido aqui! Ouça o áudio.

Hoje já é o 5º Dia, e desde que começámos, há muitos ensinamentos para colocar em prática, muitas coisas que já aprendeu e talvez já tenha percebido a quantidade de coisas que tem para consertar. Então, escreva numa folha de papel, exponha-o diante de Deus, pois quanto mais falar de si para Ele, mais se vai esvaziar. Mas quanto mais reter, mais vai sair prejudicada, e ainda por cima vai ficar na dúvida, porque não fez o que tinha a fazer.

Não desista de si!

Pode estar no fundo do poço, cheia de problemas, erros ou pecados horríveis. Mas se é sincera e odeia todos eles, faça morrer essa natureza. Faça por onde! Baptize-se nas águas, e se vir que nem liberta ainda é, participe na reunião de libertação à sexta-feira o dia inteiro, ao Domingo à tarde… participe nas reuniões da Igreja. Faça a sua parte, pois estes 21 são para resolver os seus problemas, e resolva todos eles! Arranque tudo aquilo que a faz ficar na dúvida, fraca, insegura, medrosa, e lance-o fora, pois estas coisas não estão a ajudá-la, mas a torná-la uma miserável!

Valorize a sua alma e Deus vai fazer o impossível; vai fazê-la nascer d’Ele, mas para isso precisa assumir a sua condição.

Um grande abraço para vocês. Deixe aqui o seu comentário!

Até amanhã.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Flávio Augsto Coelho Bravo da Rosa Responder 24 Setembro, 2015 às 10:22

As vezes pensamos que já sobemos tudo a respeito de Deus, falando por mim é claro, mas estamos enganados, obrigada pelo conselho, porque despertou muita curiosidade em mim, e vou lutar para sair deste obiscurantismo religioso e enganoso.