A do Contra – O Natal

Minha irmã e eu ficávamos ansiosas por esse dia todos os anos. Nós comprávamos vestido novo tanto para usar no dia de natal na igreja quanto no jantar em família na casa de um familiar. arvore_cda

Em casa, era eu que decorava a nossa árvore de Natal, pensa numa Cris orgulhosa. Nós ganhávamos presentes de amigos e familiares e a melhor parte era na hora do amigo oculto, quem será que pegou o meu nome esse ano?

Era nessa época também que dávamos nossos brinquedos aos pobres. Sempre passava para o próximo ano com a estante meio vazia… mas me sentia bem de saber que estava ajudando alguma criança necessitada.

Crescemos comemorando o Natal. Daí, depois de adulta e ter comemorado o Natal a minha vida inteira, veio a bomba: O Natal é uma festa pagã.

Eu fiquei chocada.

Não haveria mais árvores de Natal e decorações para a casa. Não haveria mais festas nem presentes… Foi muito difícil no princípio. Ainda hoje, quando olho para o brilho das decorações de natal, tenho que me lembrar de não deixar meus olhos brilharem.

As decorações nas árvores se iniciaram com pagãos que adoravam a ídolos e quando Roma aderiu o “cristianismo” decidiu mesclar as culturas e esse costume pagão imergiu no Cristianismo. Foi só dizer que aquele menino, filho de Semyramis, era o Senhor Jesus e que aquela mulher Semyramis, era Maria, e pronto – todo mundo aderiu a ideia sem ao menos pensar um pouquinho.

Comecei a me dar conta de quantas pessoas que não tinham uma família como eu costumavam entrar em depressão profunda durante estes dias festivos. Pessoas que se matam em plena época de Natal justamente porque se sentem excluídas. Outras que enchem a cara e morrem ou matam em acidentes de carro. Sem contar a dívida que muitos fazem só para gastarem em viagens e presentes.

Era isto o que Deus tinha em mente quando o Senhor Jesus nasceu?E será por que Ele não quis nos dar a Sua data de nascimento para celebrarmos?

Porque o que Ele queria mais era que lembrássemos do que Ele veio fazer. Veja só:

Este cálice é o novo testamento no Meu sangue; fazei isto, todas as vezes que beberdes, em memória de Mim. Porque todas as vezes que comerdes este pão e beberdes este cálice anunciais a morte do Senhor, até que venha. 1 Coríntios 11:25-26

Portanto, eu não comemoro o Natal e para aqueles que vão dizer, mas e o momento em família? Faço isso o ano todo! Não preciso de uma data específica para apreciar a minha família da fé. Inclusive, sugiro a todos fazer o mesmo, pois é muito bom viver em união diariamente #amo!

Aliás, dia 25 de dezembro, as 18h teremos a Celebração dos Casamentos na Terapia do Amor no Templo de Salomão e nós estaremos renovando os nossos votos diante de Deus, não fique de fora! Inclusive, estamos convidando os solteiros para virem renovar seus votos consigo mesmos também 🙂

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

branca silva Responder 24 Dezembro, 2014 às 19:04

ola meus amigos,vivir enganada com o brilho do natal,graças a DEUS EM NOME DO SENHOR JESUS CRISTO,EMCOMTREI,O PAI DA FE BISPO MACEDO,PRA SABER OUVIR OBEDECER O INSINAMENTO,ER COLOCAR EM PRATICA TUDO QUER APRENDER,PRA RECEBER O SENHOR ESPIRITO SANTO,QUER ER MINHA MAIOR RIQUEZA.OBRIGADO SR BISPO MACEDO,D ESTER,BP JULIO,D VIVIANE,BP RENATO CRISTIANE.OBRIGADO FAMILHA UNIVERSAL,MINHA FAMILHA.EU SOU DO IMPERIO,BRANCA,,alameda.
EU GOSTARIA MUITO DE TERA UMA FOTOGRAFIA COM ESTA FAMILHA,IR PODER AGRADECER ELES PESSOALMENTE,OBRIGADOS