Audio: Diabo vs Deus

Olá a todos os internautas. É um prazer estar aqui convosco. Não foi possível na segunda-feira, mas estamos aqui hoje para falar sobre o diabo… diabo vs Deus!

“O ladrão vem somente para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.”
(Jo.10:10) diabo_Deus_cda

Acredito que esteja bem a par deste versículo que se refere ao diabo e ao que ele faz. E o que significa roubar? Tirar o que já existe e lhe pertence. Matar: tirar a vida, destruir e arrasar com a vida da pessoa. E destruir: destruir o casamento, sonhos, as perspetivas. Este é o papel do diabo.

Eu não sei amiga internauta o que se passa consigo, se está a ser roubada, se depara com a morte e destruição, ou se tem vida, como é promessa do Senhor Jesus, que veio trazer vida com abundância. Tudo o que se refere à realização de sonhos e vida espiritual realizada, não diz respeito apenas a um momento, mas à vida plena, em abundância.

Muitas pessoas que estão a viver em agonia, na destruição e tormento, não crêem que existe uma solução. Porquê? Porque quando estão a viver situações delicadas e difíceis, tudo o que imaginam que vai acontecer de bom, não acontece! Até oram e pedem a Deus, mas em vão. E há motivos para isso:

– Está a orar com uma fé emotiva na qual expressa situações, mas não faz nada daquilo que pretende alcançar; pede a Deus força mas perante o problema escolhe ser fraca;

– Pede a Deus que lhe dê direção, mas espera que Ele faça uma “mágica” quando, na realidade, a fé inteligente requer uma busca racional. Não usa os seus sentimentos ou vive pelo que vê ou pelas circunstâncias. A fé inteligente projeta o que quer que aconteça e provoca-o! Há força no seu interior para o fazer.

Você que está doente e isso aos poucos a tem consumido interiormente, como um cancro, há algo que sucede, pois eu já estive doente, numa situação em que orava, clamava a Deus pela resposta, mas quando estava perante as circunstâncias, pelos efeitos do que estava a viver na saúde, começava a murmurar, a olhar para as circunstâncias e a ficar triste. Tudo o que havia orado a Deus, por não ser uma oração de atitude e definida, não havia resposta.

Não é que o diabo me tocou e fez isso, mas há circunstâncias na sua vida em que é necessário usar a fé que Deus lhe deu a qual lhe exige que se oponha à dúvida e às circunstâncias, e olhar para aquilo que crê. Esta é a fé inteligente que Deus colocou dentro de si, mas que tem que ser alimentada com a entrega, a crença, a confiança. Aí sim! Pode realmente testemunhar, como aconteceu comigo: eu vi o poder de Deus na minha vida. Foi neste ano, quando entrei no Santuário, disse a mim mesma: “Eu não posso entrar ali sem agir a minha fé. Não depende do Senhor, pois já levou sobre Si as minhas enfermidades. E eu não aceito entrar naquele santuário e sair da mesma forma.” Fiz tudo o que eu pude naquela oração… entrei naquele Santuário, levei a minha oferta de entrega e obtive a resposta. Naquele mesmo dia eu tive a certeza!

Já ouviu testemunhos de pessoas que quando desceram do altar, saíram com a certeza? Exatamente! Foi o que aconteceu. E sabe porquê? Porque entraram com essa crença.

É o que tem de fazer, mesmo em relação a outros problemas, como na área familiar. Porque igualmente, vivi problemas familiares: Quando o meu filho chegou ele não estava convertido, não era nascido de Deus. Não veio pronto! Eu tive que confiar em Deus, crer que Ele o havia trazido e não duvidar do Seu poder. Realmente, havia muitas coisas que me deixavam chateada, e a princípio até lhe mostrava o meu aborrecimento, que não era nada bom, mas Deus, o Espírito Santo que nos guia a toda a verdade, disse-me: “Não está certo o que estás a fazer, Viviane…”. Então novamente Lhe entreguei, submeti algo que realmente eu tinha medo de soltar… Mas coloquei nas mãos de Deus e não insisti. E assim as coisas foram caminhando. Não foi de uma hora para a outra, mas em três meses connosco, ele foi batizado com o Espírito Santo. Só através de um milagre isso pode acontecer! Tantas pessoas na Igreja, há mais tempo, que sequer receberam o batismo… E porquê isso? Eu tinha a certeza que Deus o trouxe não porque sou “bozinha”, mas porque houve entrega, certeza e disposição durante muitos anos.

Deus quer ver isso da sua parte! Então não deixe o diabo roubar a sua fé, destruir os seus sonhos ou matar a sua esperança. Olhe para o seu objetivo e aja a fé, pois é isso que Deus espera de si.

Um grande abraço e até sexta-feira.

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *