Audio: Fé – A fé que aguarda

Olá, a todos os internautas!
É um prazer estar aqui convosco e aqui no blog temos a oportunidade de estarmos mais próximos através deste áudio, todas as sextas feiras.

O tema de hoje é: “A fé que aguarda”

E pode acompanhar-me através da leitura no livro de Hebreus 11.9:

“Pela fé, peregrinou na terra da promessa como em terra alheia, habitando em tendas …”

Quem era esse? Era Abraão. Abraão viveu a sua vida na fé. Ele teve obstáculos, sentimentos e erros, mas o que predominou na sua vida foi a fé. E essa fé, não se trata apenas de uma fé de conquistas, não! Porque ele já tinha conquistado, já tinha o seu filho, Isaque! Mas no sentido que Abraão viveu os seus dias com Deus. E é essa a fé que eu quero falar convosco hoje.

Quando eu vivo a minha fé, não somente para as conquistas da família, da vida económica, da saúde, mas também em prol do meu relacionamento com Deus. Embora eu tenha conquistas, eu não perco o foco do meu objetivo, porque o meu objetivo maior não está no filho ou nas conquistas. Está sim exatamente em aguardar a cidade que Deus era como arquiteto e edificador como aqui diz, no versículo:

“Pela fé, peregrinou na terra da promessa como em terra alheia, habitando em tendas com Isaque e Jacó, herdeiros com ele da mesma promessa; (v.10) porque aguardava a cidade que tem fundamentos, da qual Deus é o arquiteto e edificador.”

E a minha pergunta para si, amiga internauta, é a seguinte:
– “Você tem vivido dia após dia e o que é que tem predominado na sua vida? É a preocupação pela vida económica, familiar, com o seu trabalho, é o objetivo de ter sucesso na sua vida económica, na sua empresa, … O que predomina na sua mente?”

Bom! O que tem predominado na sua mente é o que tem focado como objetivo. E o que observa nos versículos referidos acima, é que Abraão viveu focado, aguardando a cidade da qual Deus é o arquiteto, ou seja, a salvação.

Por mais dificuldades e problemas que tenha, sabe que tem de exercer a sua fé.

E a fé é certeza de coisas que se esperam, então quando age a sua fé, resolve o problema. Mas quando vive a ser levada, influenciada pelo problema, então fica focada nesse, fica destraida e não olha para a cidade que Deus preparou para si, que é a sua salvação.

E o que deixa a desejar? O seu convívio, relacionamento com Deus, fica a olhar para o objetivo que é algo passageiro. A sua família? Um dia todos vão morrer? O seu emprego, os seus bens? Vão passar …

Um dia você vai morrer. E o que vai acontecer? O que priorizou? Peregrinou nessa nessa vida, priorizando habitar apenas nas conquistas ou a priorizar na cidade que Deus tem para si? – Amiga internauta é uma pergunta que coloco a si.

Porque a fé não é somente para as conquistas, vida financeira, familiar ou saúde, mas para se manter até ao fim “de olho” na cidade de ouro que tem preparada para nós. E enquanto aguardamos essa cidade? Vigia, prepara-se, mantem acesa a nossa candeia, vela, aguardando o nosso Senhor, o noivo chegar.

Sabe, quando a sua preocupação está nos seus familiares, saúde, seja o que for, e não resolve isso…

Talvez pergunte: – “Mas Viviane como resolver isso? Estou com um problema económico, não consigo pagar as minhas dívidas; estou com problema com o meu marido, descutimos todos os dias, perco a paz; estou com problema com o meu filho que é viciado; como é que manifesto a minha fé diante de tantos problemas que estou a vivenciar?”

Eu quero que manifeste a sua fé, certeza de coisas que se esperam…

Fala com Deus, leva o seu problema a Deus, exercita essa fé, que está dentro de si e depois de o fazê-lo fica com a certeza dentro de si. Porque há certeza dentro de si, mesmo que os seus olhos não estejam a ver no momento, mas tem a certeza e nada lha tira, então essa certeza é a resposta de Deus para si.

– “Mas Viviane, não tenho essa certeza, porque vem muitas dúvidas e medos, vem questões como vai ser, como tem de ser?!”

Amiga internauta, é porque chega junto de Deus já a olhar para o problema e não a olhar para a promessa.
E aí está uma grande diferença!

Porque quando olha para a promessa e tem a certeza plena de que Deus vai responder, é porque tem a certeza em Deus e não há motivo para viver na dúvida. Pode ter dúvida até alguns minutos ou dias, mas nunca para toda a vida. Não! Porque a sua fé em Deus exige uma resposta sua também. Não somente a resposta de Deus. Mas uma certeza dentro de si, após falar com Ele.

E uma observação: “Como tem sido a sua oração?”
Deve ter um problema na sua oração … Que problema? O problema é que deve estar a falar de uma forma emotiva, sensibilizada pelo que está a viver e não com a certeza daquilo que Ele prometeu vai ter que alcançar. Olhe direito o que está a fazer …!!

Psiu … psiu … psiu … Não coloca a culpa em Deus, não!!
É você e Deus. Tem de dar os 50% de si, da sua fé e os outros 50% é de Deus, mas parte primeiro de si e não de Deus.
Como tem reagido? Desconfiada ao falar com Deus? … Então não vai alcançar coisa nenhuma. Porque a fé é certeza de coisas que se esperam. Se não tem a certeza de coisas que se esperam, logo não está a manifestar a fé, mas sim a dúvida.

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *