Audio: Oração Inteligente

Olá a todos os internautas! É um prazer estar convosco todas as sextas feiras, aqui no blog.

E eu gostaria que convidasse outras pessoas a assistir ao áudio consigo, porque o que abordamos aqui neste espaço é algo prático, que traz resultados e que faz resolver os seus problemas.

O tema de hoje é: “Oração inteligente”

E eu coloco a seguinte pergunta:

– “Quantas vezes você já orou e obteve a resposta? E quantas vezes orou e não teve nenhuma resposta?”

Aliás, após esse tipo de oração continuou triste, chorando, com medo, receios, preocupada, …, enfim o seu dia foi horrível, melhor, os seus dias, os meses ou aquele ano foi horrível!

Porquê?

– “Porque realizou a oração errada!!”

A sua oração tem um defeito …

E talvez afirme: “O que é isso Viviane? Mas eu falo com Deus! Como tem essa ousadia de dizer que a minha oração está com defeito …”

Eu o digo, porque a sua oração está com um defeito sim!

Porquê? Porque após a sua oração tem medo, fica ansiosa e preocupada, logo este tipo de oração não foi com fé. Porque a fé é “a certeza de coisas que se esperam“. Então, depois de falar com Deus está à espera do quê?!

Está à espera do que é negativo, está a sentir a situação, as circunstâncias?! Como é que fica e é, como pessoa, depois da sua oração?!

E se ainda responde: “É!! Eu ainda sinto-me triste, agoniada, infeliz, frustrada, …” Logo, se este é o seu caso, amiga internauta, saiba que a sua oração tem um defeito. E o que tem a fazer é raciocinar.

Quando está a realizar uma oração com defeito, apenas exprime os seus sentimentos e, para além disso, está a olhar para o problema e não para a promessa.

Ora, se eu fixo a promessa, dita pelo Senhor Jesus e de acordo com a Palavra de Deus, então, automaticamente exijo de mim uma definição sobre o que eu quero. Mas quando eu foco o problema fico a sentir este.

Imagine-se diante de mim, eu estou a atendê-la e começa a conversar comigo dos momentos mais tristes da sua vida, ainda que tenha superado, vai chorar? … É justamente quando está a falar com Deus, visualizando os problemas que viveu. Contudo, quando me conta o mesmo problema mas centrando a fé, o que fez e que foi inteligente, salienta a promessa de Deus que a fez tomar uma atitude em prol do que estava a viver, … Então já não fala com lágrimas, mas fala com um alvo, definida.

Muitas pessoas na oração, falam com Deus de forma generalizada …, como, por exemplo, quando ela diz: “Faça de mim uma mulher de Deus”, mas não expõe o que está a acontecer dentro dela naquele momento, onde vem medo e dúvida, e que ela não aceita estes.

Outro exemplo prático é quando eu quero manifestar a fé, essa certeza que está escrita na Palavra: ” ‘A fé é certeza de coisas que se esperam…’, mas eu não estou à espera do certo, Deus, espero o que é duvidoso, pois eu tenho medo, sou negativa, …; e eu não quero mais ser essa pessoa, eu sinto-me assim, mas eu já não aguento mais …; eu falo Contigo de uma forma que eu não olho o resultado e foco sim o problema; sempre fico frustrada, sempre falo Contigo como se fosse uma religiosa … E sabe qual é o resultado, Deus? É frustrante … As pessoas sabem que eu vou à Igreja, sabem que eu sigo Jesus, mas veem uma pessoa fraca! Eu não dou testemunho do Senhor, não! Dou sim um “tristemunho” … eu sou uma pessoa super sentimental e já não aguento mais ser assim!!”

Veja amiga internauta, quando foca aquilo que quer obter?! Automaticamente fala de forma definida e não sente, mas concentra-se aonde quer chegar … Isso é uma oração inteligente. Quando olha para a promessa, coloca toda a sua força em prol do que quer obter.

Outra questão também, é quando ouve uma mensagem na reunião como, por exemplo, domingo agora, onde foi falado aqui em Portugal sobre aquelas pessoas que permaneceram firmes na ressurreição do Senhor Jesus, mesmo depois de sofreram perseguições, mantiveram-se juntos e o que aconteceu com aquelas 500 pessoas? Foram batizadas com o Espírito Santo!! Quando raciocina na reunião, fala para si mesma: “O que está a fazer de mim uma pessoa fragilizada? Ah, por exemplo, eu fico distraída com a televisão, penso em coisas fúteis, empenho a minha força no fazer e não em ser firme, ou seja, ser confiante, usar a minha fé, que é ela que me traz certeza e me faz ter força. Tenho sido uma pessoa frustrada, mas eu não vou ser mais assim, não!” E ela define a partir daquele momento em ter atitudes diferentes na sua vida. Já não age da mesma forma, porque ora e age de forma definida como são notórias nas suas atitudes. Isto revela uma fé de acordo com o que está escrito: “Ora, a fé é certeza de coisas que se esperam e convicção de factos que não se veem!” Quando está convicta, amiga internauta, ainda que as circunstâncias estejam contrárias a si mesma, você é “para a frentex“, como diz o brasileiro … Olha lá na frente e as circunstâncias não a tornam frágil, mas pelo contrário permite-lhe mudar a situação através da fé, porque vê a oportunidade nos problemas, de mostrar para Deus que está firme e que a fé dela não é abalada, convicta nas promessas e nas palavras Dele e, sobretudo, que está com Ele. Aliás, se existe uma debilidade dentro dela logo expõe a Deus, tudo o que está a acontecer e resolve. Viu amiga internauta, a oração inteligente pressupõe uma definição e ação de forma definida.

Na próxima semana estarei a falar mais sobre o assunto para si.

Observação:

– Vai convidar 5 pessoas que ouçam consigo este áudio. Não sei como vai fazer: se tráz para junto de si as pessoas para ouvir este, se leva o computador para ouvirem, …, enfim essas 5 pessoas têm de ouvir para que possam ter um resultado de uma fé e oração inteligente.

Esteja aonde estiver, no Brasil, em Angola, Moçambique, …, fale com a Esposa do Pastor da sua Igreja, convidem os membros, os jovens para ouvirem … E deixe o seu comentário sobre o que aconteceu, o que fez e o que recebeu através deste.

Amiga internauta, eu quero que me “pague” e que seja com a sua vida (testemunho).

Um grande abraço e até à próxima semana!

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

2 comentários

Leia Responder 17 Abril, 2015 às 22:00

Boa noite D.viviane escutei atentamente seu audio.e Digo a verdade fiquei impressionada com à sua fė.a senhora tem palavras taõ positivas,Elas chegam aos nossos ouvidos com uma força surpreendente. E verdade chega de ter uma fé mediocre .chega de esta dividida .e como a senhora falou devemos usar a fe inteligente , a fé sem duvidadas e indecisoês . Obrigada

Márcia Responder 18 Abril, 2015 às 5:30

Viviane é realmente assim a minha oração pois por está passando por uma luta que parece não ter fim, a minha oração é com medo e dúvida, não consigo orar de outra forma,pois vem a minha mente tudo e faço oração com medo, assim vou ter um tristemunho. Oque faço???