Audio: Para quê Deus lhe pede para se dispor?

Olá a todos os internautas. É sempre um prazer estar aqui com vocês!

Estamos a falar sobre Elias e vamos saber como é que ele era antes de chegar ao Monte Carmelo:

“Então, lhe veio a palavra do SENHOR, dizendo:Deus_pede_dispor_cda

Dispõe-te, e vai a Sarepta, que pertence a Sidom, e demora-te ali, onde ordenei a uma mulher viúva que te dê comida.

Então, ele se levantou e se foi a Sarepta; chegando à porta da cidade, estava ali uma mulher viúva apanhando lenha; ele a chamou e lhe disse: Traze-me, peço-te, uma vasilha de água para eu beber.

Indo ela a buscá-la, ele a chamou e lhe disse: Traze-me também um bocado de pão na tua mão.

Porém ela respondeu: Tão certo como vive o SENHOR, teu Deus, nada tenho cozido; há somente um punhado de farinha numa panela e um pouco de azeite numa botija; e, vês aqui, apanhei dois cavacos e vou preparar esse resto de comida para mim e para o meu filho; comê-lo-emos e morreremos.” (I Reis 17:8-12)

Eu estou na fé sacrificial e esta palavra veio igualmente ao meu encontro quando eu a li… até me emociono ao ler novamente, pois é muito forte! Segunda-feira dizíamos que Elias estava a ser sustentado por Deus, e que de repente aquela torrente cessou, pois não mais choveu.

Tendo sido sustentado com carne e pão, dia e noite, alguns dias depois a água parou de jorrar. E agora entra Deus em ação, através da Sua Palavra: “Dispõe-te, e vai a Sarepta…”. Veja que Elias estava a morrer de sede! E o que Deus fez? Não lhe deu água, mas disse-lhe para se dispor e ir a Sarepta, demorar-se ali, ordenando que uma mulher viúva o sustentasse.

Parece que alguma coisa não está a fazer sentido?! Pois é… Imagine uma viúva em meio a uma seca. A terra de Israel estava numa fase difícil economicamente, com a falta da chuva. Tendo Elias chegado à porta da cidade, encontrou-se com essa viúva. E ela estava a agir e não a chorar, não estava parada a lamentar-se, mas a apanhar lenha!

Como Deus tira Elias de um lugar, tendo-o conduzido precisamente a essa viúva? Porquê a ela especificamente? Não haveriam outras viúvas a passar necessidades?

Porque ela estava ativa e não a lamentar-se! Não estava a amaldiçoar os seus dias, a murmurar contra Deus e a vida, mas a trabalhar!

Deus não deu água a Elias ou enviou uma mulher rica que o sustentasse com comida e suprisse as suas necessidades. Não! Agora Elias teria que agir a sua fé. Exatamente como eu e você! Está com sede? Então Ele dá-lhe de beber. Mas agora, tudo o que precisa é agir a fé, amiga internauta! Agir como aquela senhora que tinha um filho para sustentar, mas que, ainda assim, faria um desafio. E para o fazer, Elias tinha que se opor ao sentimento de pena relativamente àquela mulher, ao seu filho, e à situação que eles estavam a viver!

E sobre isto, falaremos mais na sexta-feira. Esteja connosco.

Um grande abraço!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *