Como identificar se você já passou por lavagem cerebral

IMG_3423Ninguém imagina que já passou por lavagem cerebral, pelo contrário, imaginamos que isso só acontece em seitas. No entanto, quanto mais eu e Renato trabalhamos para aconselhar casais e solteiros, mais nós identificamos pessoas que passaram por uma lavagem cerebral na infância, adolescência, e até na vida adulta. E pior, elas nem imaginam!

Veja se você se identifica com alguns dos relatos abaixo:

  • Desde que você ouviu alguém muito próxima a você, critica-la de forma brutal, seja sobre a sua aparência, ou em seu jeito de ser, você tem se enxergado assim: você se acha feia, sem graça, desengonçada, complicada, mole, magrela, bobona, nariguda, esquelética, Olívia Palito, tímida, burra, etc.
  • Alguém te disse que você nunca iria ser nada na vida, que você nunca seria feliz com ninguém, que você nasceu para sofrer, que você não tem o perfil de uma pessoa de sucesso, que você se parece com fulano e nunca vai ser alguém nessa vida.
  • Quando você assiste televisão ou lê uma revista de moda, ao ver que a sua realidade é outra, você se acha inferior, incapaz, diminuída, e quanto mais você se compara, mais você acredita que o seu futuro não tem muito o que lhe propor, e que você deve se acostumar com o presente.
  • Você já se decepcionou tanto em relacionamentos amorosos, que você hoje se tornou uma mulher cínica, indiferente ao amor, amargurada, mal humorada, triste, e deprimida.
  • A única forma de você se sentir um pouco feliz consigo mesma é trabalhando ou bebendo com os amigos.
  • O seu coração só serve para ser partido. Você tem medo de tentar ser feliz ao lado de alguém.

Sinto muito em dizer que se você respondeu sim a qualquer um desses relatos, você já passou por lavagem cerebral. O fato é que nada do que relatei acima é verdade a não ser que a pessoa acredite e por isso se condicione a isso.

Um exemplo:

Se você acredita que é feia, então vai viver como uma feia. Vai deixar de se arrumar, vai deixar de se cuidar, vai se isentar de oportunidades, vai se sentir inferior a quem ao seus olhos é bonita, vai aceitar qualquer paquera porque acha que é um milagre alguém se interessar em você, vai odiar toda vez que o assunto for sobre beleza (já que você acredita não ter), vai odiar quem é bonita, inveja-la, critica-la, torcer para que ela se torne feia assim como você.

Agora imagine se você começar a questionar tudo que você sempre acreditou sobre si mesma? Imagine se você for contra tudo que você sempre ouviu a seu respeito? Imagine se você começar a se olhar de uma forma diferente a partir de hoje? Que você é bonita. Que você tem direito de se arrumar, de se cuidar, de se embelezar. Que a beleza não é um assunto fora de questão e sim um assunto relevante a você também. Que você tem os mesmos direitos que todas as outras mulheres bonitas por aí.

Amigas, eu também já fui vítima de lavagem cerebral. Vocês que me acompanham pelos meus livros já leram a respeito. Eu posso dizer com toda propriedade, o dia em que você deixar de aceitar o que se condicionou a aceitar por toda a sua vida, será o dia em que você se tornará a mulher que tanto sonhou em ser.

Falaremos mais sobre esse assunto nos próximos posts…

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *