Como superar seus problemas

Problemas, todo mundo tem a questão é, o que você faz com eles?

A maioria de nós odeia problemas, por motivos óbvios, é claro: tira a nossa paz, causa transtorno na nossa rotina, nos entristece, muda nossas expectativas e até trazem outros problemas. Só que tem uma minoria que aprendeu a tirar proveito deles, e eu posso dizer que hoje faço parte dessa minoria – mas nem sempre foi assim. cris_cda

Até alguns anos atrás, eu me via vítima deles. Me comparava com outras pessoas que não os tinham e achava uma injustiça da vida. Por quê eu? Será que tudo para mim sempre será tão difícil?

Na escola, nunca fui popular e me vi muitas vezes tendo que comer escondida durante o recreio porque não tinha ninguém para comer comigo.

Na infância inteira, não podia fazer esporte porque sofria com bronquite asmática.

Na adolescência, não tinha as coisas que as outras jovens tinham, pegava roupa da minha mãe para não ter que usar as mesmas roupas todo dia.

No namoro, não podia sair de casa, tinha que passar o dia inteiro com o meu namorado e a vela do meu irmão na sala.

No casamento, não tinha atenção do meu marido, que aos pouquinhos me anulava a cada dia.

Nos problemas diversos depois disso, não tinha ninguém para me aconselhar, me ensinar, me repreender, me educar. Tive que aprender tudo no tapa.

Até que um dia, olhei para traz e vi o quanto tudo isso tinha me feito bem… Na escola, me guardei das más influências. Na infância, desenvolvi o meu talento de escrita porque tinha que ficar em casa. Na adolescência, tive que ser criativa com a minha maneira de vestir. No namoro, me respeitei e fui respeitada. No casamento, descobri o quão insegura eu era e pude superar isso. Nos problemas diversos depois disso, desenvolvi uma maturidade espiritual incrível! 1_cris_cda

Se não fossem todos os problemas que tive com o meu filho, não teria fundado o Godllywood. Se não fossem todos os problemas que tive no casamento, não teria escrito juntamente com o meu marido o livro Casamento Blindado, nem feito o trabalho que fazemos atualmente com a Escola do Amor e a Terapia do Amor.

Meninas, eu ainda tenho problemas hoje, mas eles não me inferiorizam mais. Já até sei o quanto serão bons para mim lá na frente, mesmo que eu não entenda o porque deles ainda. Aprendi a tirar proveito deles e sugiro vocês fazerem o mesmo 🙂

Ao invés de ficar chorando, invejando a vida dos outros, ou reclamando – que tal usar seus problemas para se tornar uma pessoa melhor?

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Maria Mahoche Responder 15 Junho, 2015 às 16:01

Amem