Como tratar a menopausa ?

tratar_menopausaNo post anterior falámos sobre o que é a menopausa e os seus efeitos mais comuns, e hoje daremos algumas dicas de como minimizar esses efeitos, passando por esta fase da vida de forma saudável.

O primeiro passo, e deveras mais importante, é ser acompanhada por um especialista e esclarecer com o médico todas as questões que tenha sobre os sintomas que tem observado.
Contudo, aproveite a oportunidade e na consulta de acompanhamento fale do seu histórico familiar, da sua rotina diária, explique detalhamente o que sente e há quanto tempo, e leve todos os exames já efetuados.
Desta forma terá um melhor acompanhamento médico e os resultados serão mais eficazes.

Nessa consulta com o especialista, poderá também ser esclarecida sobre as vantagens e inconvenientes de um possível tratamento de reposição hormonal, se o mesmo se justificar no seu caso particular.

Não se guie pelo que resultou com a sua amiga, ou irmã ou mãe, cada caso é um caso e deve por isso ser observado em particular.

No entanto, existem dicas que ajudam a todas nós, as quais podemos partilhar e até fazer em conjunto, se no nosso circulo de familiares ou amigas alguém também estiver a passar por esta fase.

– Aumente o consumo de frutas e vegetais, bem como as gorduras não saturadas evitando as saturadas e o excesso de açúcar;

– Modere as quantidades de sal e proteínas, pois favorecem a eliminação do cálcio pela urina, o que pode aumentar o risco de osteoporose;

– Diminua os estimulantes e as bebidas alcoólicas;

– Exercite-se pelo menos 3 vezes na semana. Uma caminhada é uma boa opção;

– Deixe definitivamente de fumar;

– Fortaleça a musculatura pélvica, praticando exercícios de Kegel. (Com a bexiga vazia, contraia os músculos a que recorre quando está a urinar e interrompe o fluxo urinário. Mantenha a contração durante cinco segundos e relaxe durante outros cinco. Ao longo do dia , realize três séries de dez exercícios.)

Invista em si e na sua qualidade de vida!
Partilhe a sua experiência…

Até breve.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

sonia Responder 19 Novembro, 2015 às 9:40

muito obrigada pelas explicacoes