Como você reage na prova? Oferece ou retém?

Olá a todos os internautas! É um prazer estar aqui convosco todas as semanas e falando do quê? Da Palavra de Deus, que nos trás fé, uma fé inteligente, que nos faz refletir na nossa vida.

Não é uma Palavra fútil ou que machuque, mas uma palavra real, verdadeira e que separa o que é certo e o que é errado.

Acompanhe comigo em Hebreus 11.17:

“Pela fé, Abraão, quando posto à prova, ofereceu Isaque …”

Salmos 18:2

Não vou ler o restante do versículo, porque este início, para mim, já revela o bastante! Especialmente, porque quando eu fui colocada à prova e apercebi-me que eu estava resistente, pensei para mim mesma:

“Meu Deus, porque é que eu não fui como Abraão? Porque é que quando o Senhor pediu, eu não ofereci, eu não me dispus? Porque tive medo, fiquei preocupada? Será que eu não sabia quem era o Senhor?”

É verdade, amiga internauta! Por vezes a sua fé está lá em cima … Enquanto que outras está lá bem em baixo.

E quando é que isso acontece? Quando você deixa as circunstâncias manipularem o seu eu, sobrepondo o seu objetivo de servir a Deus. E esta situação pode acontecer a qualquer momento!

Veja que as nossas lutas diárias surgem contra a nossa própria vontade, carne, o que nos faz afastar-nos de Deus. Justamente por isso, é que você ouve falar de “manter a salvação“!

Abraão quando foi posto à prova, ele ofereceu Isaque! Quando somos colocados à prova, por Deus, e Ele pede algo nosso, como reagimos instantaneamente?

Essa é a minha pergunta!?

Porque obviamente aconteceu comigo a prova, mas depois de um certo tempo eu ofereci … Agora imagine, amiga internauta, se Deus chegasse nesse determinado momento, enquanto eu estava na luta, onde eu estava na guerra contra os meus sentimentos … Eu não estava entregue da forma que eu deveria estar, não é verdade?!

Veja que a salvação, a nossa fé, temos de estar sempre a avivar a mesma, a vigiar o tempo todo, a priorizar a Deus.

Porque quando existe necessidade, algo “gritante” na nossa vida, aí entra a prova: quem vai priorizar? Deus ou essa sua necessidade?

E aí entra quem você prioriza mais!

E quando existe uma luta é porque naquele momento está a ser levada pela sua vontade.

E se nós tivermos atentos, disponíveis … Não digo para si que vamos ser perfeitos, mas se estamos vigilantes, como acha que vamos agir?

Vamos oferecer e entregar aquilo que nos custa. É ou não é?!

E é para esse aspecto que eu quero chamar a sua atenção, amiga interrnauta, para que esteja disponível, disposta…

Lembro-me que existe um versículo, a parábola do servo vigilante, em Lucas, que diz o seguinte:

Que quando o Senhor Jesus vem, tem aquele servo que abre logo a porta …

Que é quando você é colocada à prova, é estar imediatamente disponível e atenta a si mesma, porque resolve logo tudo o que tem de resolver. E é esse servo vigilante que tem de ser, na fé e concernente a tudo: a filho; marido; necessidades; vontade; vida financeira; seja o que for.

Deve estar disponível a oferecer sempre para Deus. Porque se estiver disponível é porque, realmente, está vigiando e periodizando a Ele.

Minha amiga internauta, é para você colocar as suas barbas de molho! E eu também!!!!

Porque quando se diz da fé, é algo que temos de estar sempre a exercitar, pois nunca vamos chegar ao momento que exercitamos e estamos salvos para sempre. Enquanto estivermos nesta vida, vivos, estaremos a combater a cada instante a nossa carne, as nossas necessidades, e etc.

E temos que salvar a “nossa pele”, ou seja, a nossa alma a todo o instante.

Assim sendo, quando é colocada em prova, amiga internauta, ofereça e faça-o de coração, não indignada, murmurando ou reclamando, mas de coração alegre, porque Deus merece.

Amiga internauta, eu gostaria de ler o seu comentário!
O que tem a dizer? Como tem sido a sua fé?
Será que quando é colocada à prova, você oferece?
Então, reflita e escreva aqui no blog para eu saber um pouquinho de si.

Um grande abraço e até semana que vem!

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *