“deuses” disfarçados

IMG_7573Quando assistimos a novela “Os Dez Mandamentos” vemos uma enorme ignorância da parte dos egípcios em relação aos seus deuses e amuletos.

Eles adoram, servem, e confiam tanto neles, que mesmo com os milagres das pragas acontecendo na cara deles, mostrando assim que seus deuses não tem poder algum, eles não conseguem deixar de crer neles. Isso sempre me deixa intrigada, até porque, além de seus deuses não fazerem nada por eles, eles não tem vida alguma… pelo contrário a única coisa que eles tem é a única coisa que o Deus de Abraão não tem “aparência” – o que não significa nada!

Não vivemos mais numa cultura assim, que promove ídolos para serem chamados de deuses. Mas isso não quer dizer que não hajam deuses por aí, aliás isso é o que mais temos hoje!

Os deuses de hoje estão disfarçados, ninguém nem percebe que faz o mesmo que os egípcios naquela época…

  • O “deus” dinheiro é um dos principais. As pessoas matam e morrem por ele. Casamentos são destruídos pela falta ou pelo muito dele. Jovens chegam a leiloar sua virgindade por ele. As pessoas se esquecem uma das outras por ele.
  • O “deus” carreira é auxiliar do “deus” dinheiro. Os dois trabalham juntos. Quantas mulheres deixam de investir no amor por causa de carreira? Quantas mães deixam de ser mães e esposas deixam de ser esposas por causa da carreira? Muitas vezes elas crêem mais em suas carreiras do que nas pessoas…
  • O “deus” status é outro, até mesmo no que diz respeito as redes sociais. As pessoas hoje precisam ter um status para mostrar ao mundo de “amigos” que tem, o quão “felizes” elas são. O que a sociedade pensa a seu respeito é de extrema importância e ela faz de tudo para mostrar um status prestigiado, mesmo que tenha que mentir ou enganar para isso.
  • O “deus” marido, namorado, filho, ou neto é um dos mais comuns. Há mães que se matam quando um filho morre. Há esposas que caem em depressão e deixam de viver quando o marido as abandona. Há mulheres que deixam de raciocinar por causa de um homem. Há jovens que abandonam a fé por causa de um namorado…
  • O “deus” corpo. Esse deus é relativamente novo, de alguns anos para cá, quando as cirurgias plásticas desenvolveram e a mulherada não mede esforços para ter e manter o corpo perfeito. São horas e muita grana para tratamentos, cirurgias, terapias, massagens, e academia, e mesmo assim, elas nunca conseguem a perfeição que tanto buscam.

Repare que todos esses “deuses” tem o poder de escravizar. Os “deuses” dinheiro e carreira muitas vezes fazem você cair doente de tanto trabalhar. O “deus” status faz você mentir e enganar o tempo inteiro. O “deus” pessoas na sua vida faz você sentir reféns delas. O “deus” corpo faz você deixar de comer bem, gastar todo o seu dinheiro, e nunca se sentir realizada (e muitas vezes aparentar uma boneca de plástico).

O único Deus que não nos escrava é o Deus de Abraão, Isaque, e Israel. O resto, esqueça, você viverá para servi-lo e no final de seus dias você vai se perguntar aonde foi toda a sua vida.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *