Diário JJ – Como ser justificada

Segunda-feira, dia 7 de julho de 2014acris

Meninas, que saudades de escrever o meu diário aqui! Toda manhã que se passou nesse fim de semana, era um suspiro triste que eu dava eu não ter tido o tempo para escreve-lo, mas isso não quer dizer que vou deixar de lhes contar as novidades que Deus me deu 🙂

Primeiro, logo na sexta, recebi uma declaração de amor e apreciação da minha querida irmã em vídeo, olha só que gracinha!

Depois fomos ao Templo de Salomão a noite e ele está lindoooooo! Ah que vontade de morar lá! Semana que vem, amigas de todos os lados do mundo estarão chegando para visita-lo, e eu não vejo a hora de recebe-las lá! Vocês chegaram a ver pela televisão ontem a noite como está lindo o lado de fora? Imagina o lado de dentro! Imagina também nós na Festa dos Tabernáculos em outubro ali nas Esplanadas do Templo…. imaginou? Vamos orar, quem sabe né? 🙂

A fé é assim, primeiro a gente vê o que a gente quer e depois a gente vai para conquista. Foi o que aconteceu com Abraão. Quando já tinha passado muitos anos e a promessa de Deus em lhe dar um filho ainda não havia sido cumprida, Abraão começou a questiona-la, e Deus então o levou para fora de sua tenda e lhe disse…

“Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência. E creu ele no Senhor, e imputou-lhe isto por justiça.” Gênesis 15:5-6

Deus é quem nos dá a visão do que queremos e essa visão nunca é pequena ou insignificante, afinal, Ele não é dessas coisas… nosso Deus só faz coisas extraordinárias!

Abraão creu, quer dizer, ele parou de questionar e duvidar. Ele creu e ponto. Quando a gente crê de verdade, não tem mais dúvidas… não tem mais explicação. Eu sei lá como é que Deus vai fazer o que Ele me prometeu, eu só sei de uma coisa, eu creio!

E isso amigas, é o que nos justifica. A crença de Abraão o justificou. Deus só trabalha através da fé, se você crê, Ele faz o resto. Se você não crê, Ele não pode fazer nada por você…

Entonces… Fiquem na fé!

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *