Diário JJ – Como ser poupada

Sexta-feira, dia 18 de julho de 2014

Queridas amigas, cris

Hoje termina o Diário JJ 🙁

Esses últimos 40 dias foram tão corridos que nem parece que foram 40 e sim 10! Não sei se vocês já repararam, mas os dias estão muito apressados, como se 24 horas de hoje são 10 horas de anos atrás… tudo está acontecendo muito rápido, quando a gente vai ver, o que estávamos esperando acontecer, já até aconteceu kkkk…

Eu tenho para mim que isso é devido a vinda do Senhor Jesus. Veja o que Ele disse ao falar do fim dos tempos:

“E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.” Mateus 24:22

Tanta coisa está acontecendo e para acontecer, que o nosso Senhor está querendo nos poupar!

Sabe meninas, uma das características mais bonitas de um marido é essa, do seu cuidado para com a sua esposa, aliás, a origem da palavra “marido” é justamente essa: cuidador. É uma pena que muitas mulheres hoje em dia não deixam seus maridos fazerem esse papel, pensam que isso vai diminui-las de alguma forma, inferioriza-las, dá a eles poder sobre elas… essas mulheres não podem ser cuidadas nem poupadas porque simplesmente elas não querem e não deixam.

Muitas pessoas que dizem fazer parte da Igreja, que é a Noiva, também tem esse tipo de comportamento com o Senhor Jesus. Enquanto Ele gostaria muito de poupa-las de muitas coisas ruins, elas não aceitam, querem viver suas vidas como lhes bem parece. Daí quando chegam os problemas, consequências de suas más escolhas, elas culpam a Deus… mas como assim? Se a esposa não quer ser cuidada pelo marido e ela sofre consequências disso, como pode ela agora querer culpa-lo por isso?????

Amigas…

“Vigiai, pois, porque não sabeis a que hora há de vir o vosso Senhor.” Mateus 24:42

Um dia pode ser tarde demais para se submeter aos cuidados do Senhor Jesus.

Beijinhos e até amanhã para quem vai participar da Inauguração do Templo de Salomão por vídeo conferência numa Universal perto de você!

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *