Dúvidas disfarçadas

Da onde a gente vem?

Como tudo isso começou?

Quando que Deus começou a existir?

Será que é só isso mesmo, a gente nasce, vive, morre e acabou?

Será que tudo isso é fruto de uma coincidência? duvidas

E as dúvidas continuam, vão e voltam. Lembro-me de como elas eram constantes na minha mente.

Nasci num lar cristão mas nem por isso deixava de questionar a vida. Tinha medo de que meus pais haviam me ensinado sobre Deus ser uma mera especulação. Tinha medo de morrer porque não tinha nada em concreto que iria para o céu. Também tinha medo de expor minhas dúvidas sobre Deus. Vivia pedindo perdão mesmo sem saber o que tinha feito de errado, só para que caso houvesse o arrebatamento, eu não seria deixada para trás por causa de meus pecados.

Tudo isso me incomodava muito. As vezes tinha uma sensação de pânico, só de pensar que nada era real, que nada era concreto, que não haviam provas de nada a não ser a palavra dos meus pais.

Até o dia em que eu conheci a Deus, aos meus 15 para 16 anos. Incrível como todas aquelas dúvidas, os medos e receios desapareceram de vez. Você tem um encontro pessoal com Deus e Ele simplesmente te dá essa certeza, que é tão pessoal, que fica difícil explicar.

Hoje, quando vejo filmes como “Interestelar”, sinto muito pelas tantas pessoas que ainda disfarçam essas perguntas com presunções do tipo nós somos tudo que nós temos – não precisamos de ninguém, muito menos de uma crença, ou, nós não somos os únicos seres no universo, temos que conhecer outras galáxias, ou, a Terra está se auto destruindo e nós vamos morrer com ela, salve-se quem puder!

Aliás, filmes como esse é o que mais tem hoje. Lembro-me que depois de tanto tempo sem ir ao cinema, fui ver justamente o filme “Lucy” e #odiei. Parece que querem por querem preencher essas dúvidas com ideias absurdas, assim, fica todo mundo confuso e esquece da dúvida, só pode ser!

Mas se você é uma dessas pessoas, como eu era, que tem tido dificuldades com tantas dúvidas e questões a respeito da vida, da nossa origem, e do nosso futuro, e sabe que todas as presunções oferecidas por aí são só disfarces… hoje quero lhe desafiar a fazer o que fiz: que tal buscar um encontro pessoal com Deus?

Como?

Comece com uma oração agora ao terminar de ler esse post. Fale com Deus aí onde você está – não estou falando de uma reza, e sim uma conversa. Fale para Ele o que você quer em Nome do Senhor Jesus. Depois espera e Ele vai falar com você.

Depois compartilhe comigo num comentário abaixo qual foi a sua experiência nesse primeiro passo. #orandoporvocê

Se você quiser dar o próximo passo, participe de nossos papos de mulher semanais às quartas, chamadas “10 Passos para Virada” nas localidades desse link.

Cristiane Cardoso

Tags: ,

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *