Educação materna

educacao-materna

Vivemos na era tecnológica na qual muitas coisas acontecem repentinamente ao acionamento de um botão.

Isso é espetacular! Entretanto nos traz alguns ônus, dentre eles o imediatismo e a falta de paciência. Nosso desejo é de que as coisas aconteçam na velocidade da luz!

Quantos de nós invés de nos aprofundarmos nos motivos da existência das dores físicas, preferimos simplesmente calar os sintomas fazendo uso de um analgésico que já está ali, em uma necessaire, ao alcance das mãos.

Artesanato? Nem pensar! Conseguimos tudo para decoração em grande escala, várias cores e diversos modelos. Então para que ficar esperando a tinta secar, cortar, recortar e montar? Ufa! Que trabalheira!

Acostumados à velocidade da tecnologia enviamos uma mensagem e esperamos ansiosamente uma resposta rápida, caso isso não ocorra, logo pensamos: “Por que não me respondeu?. Estamos cada vez mais impacientes e à espera de resultados rápidos e se não conseguimos, ficamos frustradas e pensamos em desistir.

Esse comportamento se estende a todos nós que vivemos na era do “é pra ontem” inclusive às mães que ensinam hoje aos filhos e querem de imediato colher bons resultados. Treinar é um dos vários sinônimos da palavra ensinar. Como sabemos, treinar requer disciplina e exercício, pois há necessidade de repetir uma mesma atividade por inúmeras vezes a fim de se obter o resultado desejado. Sendo assim, podemos dizer que para ensinar, treinar o filho a fim de se obter bons resultados, a esperança e a paciência são importantes características que qualquer mãe no papel de treinadora de seu filho deve possuir. Esperar e acreditar que o que foi ensinado será assimilado no tempo devido.

Todo segundo domingo do mês, mães de todas as idades tem buscado ajuda no Projeto T-amar e você que é mãe e tem dificuldades no relacionamento com seu filho(a) ou você que cria seu filho(a) sozinha e se sente sobrecarregada; descobrirá como vencer a ansiedade do imediatismo e aprenderá a treinar seu filho para obter resultados duradouros. Você vai saber como lidar com cada fase do desenvolvimento emocional e as mudanças de comportamento de seus filhos.

Neia Dutra

Coordenadora do Projeto T-Amar Brasil

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *