Enganador!

Continuação do post anterior…

engandor_cda
Rebeca escutou tudo o que Isaque falou a Esaú, e se indignou. Como pode Isaque fazer isso depois de tudo que Esaú aprontou todos esses anos!

“Disse então Rebeca a Jacó, seu filho: Eis que ouvi teu pai falar com Esaú…agora, pois, filho meu, ouve a minha voz naquilo que eu te ordeno: Vai ao rebanho, e traze-me de lá das cabras dois bons cabritos; e eu farei um guisado saboroso para teu pai, como ele gosta; e levá-lo-ás a teu pai, para que o coma, a fim de te abençoar antes da sua morte…Depois Rebeca tomou as melhores vestes de Esaú, seu filho mais velho, que tinha consigo em casa, e vestiu a Jacó, seu filho mais moço;com as peles dos cabritos cobriu-lhe as mãos e a lisura do pescoço; e pôs o guisado saboroso e o pão que tinha preparado, na mão de Jacó, seu filho”

Rebeca planejou tudo, pensou em tudo… Se o marido não queria fazer o que Deus estava lhe mostrando todos esses anos, ela teria que o fazer, mesmo que fosse de uma maneira desagradável… E, assim, Jacó se passou por Esaú e enganou seu pai abençoando-o em vez de Esaú.

Quando Esaú chegou e viu o que tinha acontecido, implorou que Isaque o abençoasse, mas o que lhe restou foi…

“Respondeu-lhe Isaque, seu pai: Longe dos lugares férteis da terra será a tua habitação, longe do orvalho do alto céu; pela tua espada viverás, e a teu irmão, serviras; mas quando te tornares impaciente, então sacudirás o seu jugo do teu pescoço.”

Por que será que agora a benção de Isaque teria sido tão importante para Esaú? Agora que ele não a tinha mais?

Porque Esaú finalmente caiu em si. Se a benção não era dele, o que lhe resta? A maldição!

É assim que muitos filhos de cristãos vivem… Numa maldição. Vivem se torturando nesse mundo a fora, tentando uma coisa aqui, outra ali, não se decidem, querem seguir essa carreira, aquela acolá, mas nada vezes nada lhes sastifazem. Logo vem a culpa, mas, como sempre, sobre para os pais…

‘Vocês nunca me deram uma chance de viver uma vida normal!’

Vivem culpando os pais, a Igreja, a fé em Deus… Assim como Esaú… Veja o que aconteceu com ele no próximo post de quinta-feira.

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *