Eu, instável?

Você já reparou que você é um ser muito diferente dos homens? Não apenas na aparência, mas também no jeito como você se sente sobre a vida, sobre o futuro e até sobre os problemas ao seu redor? É como se você fosse um “alienígena” em relação a eles, tudo porque os homens não têm idéia de como nos sentimos quando passamos por uma constante “montanha-russa de hormônios”.instavel

Pesquisadores descobriram que a partir do momento que uma menina começa a menstruar, uma onda de hormônios inunda algumas áreas de seu cérebro todos os meses de sua vida. Isso não afeta apenas seus ciclos menstruais mas também afeta seus pensamentos e sentimentos. Essas áreas do cérebro estão relacionadas ao medo, ansiedade, desejo de afeto, sensibilidade à aprovação ou desaprovação da mesma. Se não temos relações familiares saudáveis ou se não mantemos um relacionamento com Deus, podemos nos tornar uma bomba-relógio ambulante pronta para explodir ou implodir a qualquer momento.

“Eu, instável? Imprevisível? Mas eu já sou uma mulher madura! Eu sou uma mulher virtuosa!”
Se você não sabe o que é viver sem estas oscilações dentro de você, então você apenas se ajustou com essa situação da melhor maneira possível.

Ainda assim, você pode se encontrar irritada com pessoas ou situações nas quais você poderia lidar facilmente com elas. Você pode se sentir chateada com você mesma por estar querendo mais aprovação das pessoas, mesmo sabendo que você deveria fazer tudo o que faz para Deus, mas mesmo assim não deixa de sentir desanimada quando ninguém te agradece ou elogia seus esforços.

É vergonhoso admitir que você tem esses sentimentos e então você se esforça para não demonstrar isso a ninguém e luta para repreender essa natureza egoísta, tentando ao máximo vencer e superar essas emoções. Elas até podem desaparecer por um tempo, mas assim que um incidente acontece e isso a faz se sentir insegura, aquelas velhas emoções voltam e sua luta interna começa de novo.

Às vezes você lida bem com a situação e às vezes a situação sai um pouco fora de controle, o que a faz se sentir ainda pior sobre si mesma. Mas isso faz parte da nossa luta diária para purificar a nossa fé e fortalecer o nosso caráter, e no final das contas, Deus sabe que somos “apenas pó.” (Salmo 103:14)

Idade, experiência, espiritualidade e muitos anos praticando o auto-controle, são os principais fatores envolvidos no amadurecimento da nossa natureza feminina que é muito emocional e insegura. Mas Deus graciosamente nos permite experimentar uma mudança física, algo que ajuda a nos tornarmos muito mais estáveis e emocionalmente forte: a menopausa.

Você já sabia que eu iria mencioná-la, não é? Acredite, a sociedade tem destorcido a imagem da menopausa fazendo-a parecer algo negativo na mulher. Mas há uma grande bênção de estabilidade, calma e força quando os hormônios em fúria estão se acalmando dentro de nós. Podemos finalmente nos manter conscientes e focadas em nossos objetivos. Não há momento melhor em sua vida do que quando esses hormônios que estavam fora de controle finalmente diminuem e você pode ser você mesma!

Na próxima semana vamos falar sobre todas as bênçãos maravilhosas que vêm com essa fase da vida na qual você deve seguir em frente. Acredite, no Reino de Deus tudo parece sem explicação – até a menopausa é uma bênção!

Evelyn Higginbotham

Cristiane Cardoso

Tags:

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *