Geração “Bob Esponja”

47459_Papel-de-Parede-Bob-Esponja_1280x720No post de hoje, conversaremos um pouquinho sobre a questão do ‘ser influenciado’ no meio em que se vive.

Será que é tão fácil ter uma opinião formada e permanecer nela até o fim? Quais são as consequências de não se deixar ser influenciado pelas regras e imposições da mídia e/ou da sociedade? Então pegue sua almofada e um espaço bem delicinha do seu sofá e vem cá que agora é o nosso momento ? Vamos lá? Bora!! Acredito que você deva conhecer a história do jovem rico que é relatada na Bíblia. É uma história bastante conhecida, mas que geralmente quando pregada, é direcionada a explicar sobre a avareza. Mas aí, eu estava meditando sobre essa palavra e pensando sobre qual seria a reação mais louvável de uma pessoa que decidiu seguir a Cristo e vive em um meio que tudo coopera para que ela se desvie desse caminho. Olha só que interessante! Preste bastante atenção!

Quando o jovem rico foi até Jesus, ele Lhe perguntou o que era preciso fazer para se ter a vida eterna. Jesus então lhe respondeu que era necessário que os mandamentos fossem guardados, ou seja, que fossem seguidos e cumpridos. Então o jovem rico, muito orgulhoso de si, disse à Jesus que isso ele já havia feito! Ele já seguia os mandamentos! Então Jesus disse: “Ah é? Ótimo! Então larga tudo o que tens, vende suas coisas, dá aos pobres e me segue!!” E o que aconteceu? O jovem rico entristeceu-se, e foi embora.

O mais interessante de toda essa história, foi a reação de Jesus! Olha só como Jesus, antes mesmo de amar o mundo, ele tem o amor próprio! Não sei se você concorda comigo, mas convenhamos que a atitude mais “esperada” que Jesus teria quando o jovem saiu e foi embora seria algo do tipo: “Não, não, não!! Calma aí!! Jovem rico! Volte aqui!! Era tudo brincadeirinha! Na verdade, as coisas não funcionam dessa forma! Era só um teste! Não precisa vender tudo não! Se quiser, você me segue com seu dinheiro mesmo! E olha só! Será até melhor! Assim, já teremos como pagar as despesas das viagens missionárias! Vem cá, filho! Vem cá! Me dê um abraço! Não fique triste! (…)” Mas não foi essa atitude que o nosso Senhor Jesus teve! Pelo contrário!! Ele simplesmente deixou o jovem rico ir! Isso não quer dizer que Jesus não se importou! Não! Pelo contrário! Imagino que Ele deve ter ficado muitíssimo triste! Porque naquele momento, Jesus viu que havia algo mais importante do que a salvação para aquele jovem, algo mais primordial: o seu dinheiro e status.

A questão aqui é saber se você tem tido o mesmo posicionamento que Jesus teve, se você tem se amado como Ele se ama. Tenho certeza que você passa por situações na sua escola/faculdade em que você deve escolher (na pratica) seguir, ou não, o caminho cristão. São situações que você tem que optar em ser quem você escolheu ser ou ser alguém que a maioria das pessoas é e querem que você seja também. Aí está a diferença de quando você influência e de quando você é influenciado.

Amiga, entenda, ser cristã não tem nada a ver com ser da igreja! Nada a ver! Ser cristã, significa seguir a Cristo. E seguir a Cristo, não é seguir por meio de uma fé teórica, por meio de juramentos e promessas vazias! Não! Seguir a Cristo é realmente você seguir (com seus próprios pés) ao Senhor Jesus Cristo! Então a questão aqui é você tirar o bumbum da cadeira e seguir! É você parar de ficar nas escondidas e dar a sua cara para bater! Isso é seguir! É você ter personalidade na sua fé! É ser homem e mulher de verdade! Ter opinião formada! Ter valor! Se dar o devido valor! Não ficar mendigando atenção de “amigos” só porque estes não concordam com a sua fé! Ah!! Pera lá!!

Que tipo de pessoa você é? A vida é feita de escolhas e consequências, certo? Para você se manter firme em uma decisão que você tomou, você deve realmente entender do por que tomou essa decisão. Quando você está consciente de fato e de verdade, as chances de você ser influenciada são míseras! Muito pequenas mesmo!! Mas quando você não tem opinião sobre as coisas, não tem uma fé firmada num propósito, para você tanto faz como tanto fez…Então aí fica difícil, né? Você acaba se tornando, mesmo que sem perceber, um jovem “Bob Esponja”! Você absorve tudo ao seu redor! Se deixa levar pela reação das pessoas, pela opinião delas, pela fé delas e simplesmente esqueça da sua! Vou te dar um exemplo para que você entenda melhor, tudo bem? É muito comum que, quando ainda somos adolescentes, as pessoas nos cobrem sobre perder o nosso BV (boca virgem). Me lembro que quando eu estava na escola, todas as meninas já tinham beijado alguém, menos quem? Sim! Exatamente! Menos eu! Por que? Simplesmente porque eu sempre quis beijar o meu namorado! E até então, eu nunca havia namorado com ninguém, portanto nunca beijado também. Sempre teve a modinha do “ficar”, mas eu preferia ficar sozinha do que entrar nesse meio. Não digo para você que foi fácil! Porque não foi! Eu, por muitas vezes, olhava ao meu redor e pensava: “Nossa! Só eu nunca beijei ninguém! Será que estou sendo radical demais? Será que beijar é bom? Como será que é?”. E aqueles pensamentos ficavam dentro de mim, mas eu sabia o que eu queria! Queria encontrar uma pessoa de Deus para mim! E até então eu não havia encontrado! Pois bem! “Perdi” muito com essa minha decisão. Perdi “amigas”, porque queira sim, queira não, eu era bem diferente delas! Perdi popularidade! “Tipo, Raquel! O que custa? É só um beijo!!”. E ainda por cima ganhei por muitos anos da minha vida uma grande dose de bullying e risadas descaradas da minha decisão! Mas o que eu fiz? Fui correndo atrás das pessoas? Não! Me posicionei! Assim como Jesus fez com o jovem rico! Ou seja, não quer entender a minha fé, queridinha? Então, tchau! Simples assim!

E você acreditaria se eu te contasse que dei meu primeiro beijo aos 21 anos de idade? “O queeeee??? Quel!!! Você está de brincadeira comigo!!! 21 ANOS?!” Sim! Rs faltando 3 meses para eu completar 21! Foi uma decisão minha! E que me orgulho muito disso!! Muito mesmo!! Porque eu pude mostrar para mim mesma que me amo acima de amar outras coisas, assim como Jesus! Ele se amava antes mesmo de amar aquele jovem rico! E olha amiga, quando você tem personalidade na sua fé, Deus te honra de tal forma!! Você acreditaria se eu te contasse que meu namorado também deu seu primeiro beijo com 21 anos de idade? “Não, não, não!!! Você está brincando, Quel!! Séééério?!?!” Rsrs Sério!! Nunca havíamos beijado ninguém!! Porque nós dois decidimos nos guardar! Não um para o outro, até porque nem nos conhecíamos! Mas decidimos nos guardar para Deus! E Ele satisfez os desejos do nosso coração! Não estou aqui falando que se você se deixou ser influenciado até aqui, que para você não tem jeito!! Nada disso!! Pelo contrário!! Estou falando que você tem voz! Você tem uma vida! E as decisões devem ser cabíveis a você tomar! Não faça uma coisa só porque a maioria das pessoas fazem! Não faça uma tatuagem, só porque uma amiga fez! Não vá para a cama com seu namorado só porque você é a única virgem no grupinho! Não! Você deve se orgulhar disso!! Deve se orgulhar em ser diferente! Você deve ter uma fé pautada na inteligência! Ande pela sua fé, não pela fé dos outros! Não absorva tudo o que esse mundo diz! Deixa eu te contar um segredo: a água desse mundo é podre! Se você for um jovem “Bob Esponja” acabará absorvendo toda essa podridão para a sua vida. E não é isso o que você quer, não é? Que a sua fé seja a impermeabilidade que a sua vida precisa! Tenha personalidade! Seja diferente! Isso é tão único e lindo!! Você não faz ideia!! Deixe as pessoas que não entendem a sua fé, irem! Deixe elas irem!! Deixe!! Olhe para Jesus! Ele não prendeu ninguém! Não fez isso com o jovem rico, não fez isso nem com você e nem comigo!

Blinde a sua fé! Blinde-se!!

Ps: Não esqueça de deixar sua sugestão para o nosso blog #EstudanteBlindada (Que esta sendo preparado com muito amor e carinho para vocês!!)

Dê um pulinho lá na nossa página do FaceBook e faça parte da nossa família ?

Meu instagram: @queldelatorre

Nos vemos por aí, ou por aqui ?

Um super beijo!! :**

Quel Delatorre

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *