Grupos de Whatssapp

Woman using smart phone in subway

Woman using smart phone in subway

Quem decidiu baixar o aplicativo do Whatssap, o fez porque foi convencido ser ele uma grande ferramenta para tornar a vida mais fácil.

E realmente ele pode ser, pois une familiares, amigos e facilita e muito a comunicação no trabalho.

Mas esse aplicativo tem se tornado um inconveniente na vida de muitas pessoas devido ao grande número de mensagens e notificações recebidas. Sem contar o consumo do plano de internet e da bateria do aparelho.

Uma das maiores queixas tem sido a quantidade de grupos que surgem do nada e, sem que você aceite, lá está seu número em um desses grupos sem importância.

Grupo da macarronada, das solteiras, das seguidoras do blog A, B ou C, das entediadas, das princesas, dos amigos dos amigos, das notícias da última hora, dos amigos para sempre, do papo 10…

Uma vez dentro de um grupo, você se depara com publicações inúteis que só roubam o seu tempo e o seu foco.

Existem pessoas que acordam e sua primeira ação do dia é ir lá no grupo dizer: “Bom dia, grupo!”; “Boa tarde, amigas!”; “Boa noite, pessoal!”

Há outras que amam mandar emojis, fotos, áudios, vídeos engraçados, frases de impacto etc.

Não quero dizer com isso que não gosto de carinho, pois gestos de amizades são sempre bem-vindos. Mas creio que todos gostam também de cumprir seus compromissos de trabalho, dar atenção para as pessoas que estão do seu lado etc.

Então, se você faz parte de dez grupos, imagino que terá que gastar tempo para cada um deles, pois, vez ou outra, terá que dar o ar de sua graça para responder: “Bom dia, gente!”, ou então, “Que vídeo lindo!” e tantas outras saudações e palavras de cortesia.

E conforme for a sua participação, virão cobranças de mais atenção ou julgamento por deixar o grupo.

Sei que muitas pessoas vivem neste momento essa saia justa, e quando pensam em sair, sentem medo e não sabem se o fazem de maneira silenciosa ou se dão uma satisfação.

Eu penso que, de um jeito ou de outro, sempre receberemos críticas. Cabe a cada um avaliar se aquele contato é realmente necessário.

Se for, mas você sabe que é um grupo de movimentação excessiva, sugiro usar o recurso “silenciar”. Aparecerão alternativas de silêncio até por 1 ano. Quem sabe daqui a algum tempo aparece a opção “para sempre”?

E para finalizar, seguem três dicas para os amantes do Whatssap:

Evite horários inconvenientes. Nada é mais desagradável que ser acordado por aquele toque, e ainda mais ver que a mensagem é sem importância.

Evite falar de assuntos pessoais
com alguém, deixando todo o restante do grupo como espectador.

Evite excesso de áudio. O recurso do microfone é muito legal, mas para ser usado quando você realmente está impossibilitado de digitar. Imagina uma pessoa tendo que ouvir seu áudio num comboio lotado e sem fone de ouvidos?
Nos vemos na próxima semana!

Beijos

Colaborou: Núbia Siqueira

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *