Haja paciência…

KOK1254-cópiaPaciência é uma daquelas qualidades que eu sempre almejei, e por ser uma pessoa um tanto impaciente, por muito tempo achei que isso seria quase impossível, até que, em 2015, eu finalmente aprendi a ser paciente. Pois é, você precisa aprender… ela não vem por acaso.

Tudo começou com uma qualidade que eu tenho e que, recentemente, também descobri que tem o seu lado ruim. Eu sempre fui uma pessoa de planejar. Planejo o ano, o mês, a semana, o dia, os eventos, as reuniões, o meu armário, os programas, as viagens, enfim… tudo tem que estar planejadinho. Enquanto não coloco algo no papel, eu não sossego.

E foi assim que comecei 2015, como todos os anos anteriores, com um planejamento de tudo que eu queria fazer e alcançar. Mas, recentemente, ao rever o que havia planejado para 2015, para então começar a fazer o mesmo para 2016, fiquei chocada – poucas coisas em 2015 saíram como eu havia planejado 🙁

Logo me lembrei daquele versículo…

Muitos são os planos no coração do homem; mas o desígnio do Senhor, esse prevalecerá.

Provérbios 19:21

Sabe o que acontece quando as coisas não acontecem do jeito que planejamos? Às vezes, nos revoltamos, outras nos tornamos resmungonas, e outras aprendemos… e foi isso que finalmente aconteceu comigo, eu aprendi. Eu já havia me revoltado, reclamado, e nada – até que decidi aprender de uma vez por todas que nem tudo sairá do jeito que sempre quis.

Descobri que uma das provas da minha fé não estava sendo confirmada. A prova de que não é porque eu quero que eu vou ter, nem porque eu sonho que realizarei. Não porque Deus não quer o melhor para mim, mas porque o melhor que eu penso ser para mim, na verdade não é o melhor! Só Deus sabe o que é melhor para nós, e, enquanto nós ficarmos batendo o pé igual uma criança numa loja de brinquedo, de que aquilo que queremos é o melhor, não vamos ter o melhor de verdade e ponto final.

Ontem estava meditando no primeiro capítulo de Tiago, que, aliás, é um livro cheio de lições escondidas, excelente para meditação! Veja só o que os primeiros versículos do primeiro capítulo revelam:

Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança; e a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma.

Tiago 1:2-4

A primeira lição é que devemos aprender a nos alegrar com as provações. Isso vai contra tudo que somos… ninguém gosta de passar por momentos difíceis! Mas o apóstolo Tiago nos ensina a gostar desses momentos porque eles nos fazem bem, eles provam a nossa fé. O que quer dizer que a nossa fé precisa ser provada! Ou seja, não adianta você dizer que crê em Deus e que tem fé, se ela não é provada, também não é aprovada. Tem muita gente vivendo uma fé desaprovada nesse mundo… quando passa por momentos difíceis, se esquece dela ou pior, às vezes até se volta contra ela…

Agora pense comigo, como é que a nossa fé é aprovada?

Primeiro já sabemos que ela é provada nos momentos difíceis, isso quer dizer então que temos que fazer alguma coisa nesses momentos difíceis para que a fé seja aprovada… o que é que Deus mais quer de você quando as coisas não vão bem? Obediência.

Obedecer a Deus, mesmo quando tudo está contra nós, mesmo quando nada do que pedimos a Ele aconteceu ainda, mesmo que nada ao nosso redor parece estar a nosso favor – obedecer a Deus diante de qualquer circunstância. Obedecer é confiar, crer e fazer o que Ele nos ensina em Sua Palavra.

Eu obedeço a Deus quando eu cuido do Templo do Espírito Santo, que é o meu corpo. Posso não estar com vontade, posso odiar exercícios, mas não interessa, eu tenho que obedecer. Eu obedeço a Deus quando eu sou criticada por aí, e em vez de querer me defender ou atacar alguém, eu oro pelos meus inimigos. Eu obedeço a Deus quando confio que a Sua vontade é a melhor para a minha vida, mesmo que aparentemente eu não esteja gostando nada do que tenha visto. É, meninas, obedecer a Deus não é nada fácil, mas é através da minha obediência a Ele que a minha fé é provada e aprovada.

E só depois que a minha fé é aprovada é que vem a perseverança. Interessante, não?

Eu sempre pensei que eu precisava ser perseverante para que a minha fé fosse aprovada, mas a perseverança só vem quando a minha fé é aprovada! É por isso que quando desistimos de certas coisas ou deixamos de lutar, não é porque nos falta perseverança necessariamente, mas porque a nossa fé não está sendo aprovada de alguma forma… não estamos obedecendo a Deus em alguma área de nossas vidas.

Em 2015, eu finalmente aprendi isso e, por isso, fui aprovada, pois conquistei a perseverança sobre algo que não está do jeito que quero. E sabe qual o sinônimo da perseverança? Paciência 🙂

Veja só o finalzinho do versículo, que maravilha…

…e a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, não faltando em coisa alguma.


É através da paciência (perseverança) que conquistamos a perfeição.

Que revelação!

Na fé.

KOK1270-cópia-11
 
KOK1276-cópia

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *