Menopausa de forma natural…

Minha mãe nunca sofreu qualquer sintoma da menopausa. Ela só parou de menstruar por volta de seus 50 anos e pronto. Não sentia ondas de calor, não teve perda de densidade óssea, não houveram alterações de humor ou ganho de peso, nada.

Curiosamente, pesquisadores descobriram que a maioria das mulheres de origem asiática atravessam facilmente esta fase (da menopausa), mas ninguém sabe exatamente o porquê. Alguns acreditam que seria porque os asiáticos têm um alto consumo de produtos de soja, e minha mãe, por ser filipina, sempre manteve uma dieta muito saudável que até hoje inclui uma abundância de alimentos provenientes da soja.menopausa_cda

Eu costumava achar que eu herdaria seus excelente genes e “escaparia” de todos dissabores da menopausa, mas não foi o que aconteceu. Eu também herdei metade dos genes do meu inglês / irlandês / escocês / americano – pai. Sabe, eu nunca perguntei como foram as experiências das mulheres da minha família paterna, mas creio eu que eram como a maioria das mulheres americanas, lidando sempre com as ondas de calor e todo o resto dos sintomas.

Até agora quando se trata dos sintomas desagradáveis, parece que eu tenho mais sorte do que algumas, e menos sorte que outras… Eu não sou o tipo de mulher que vai correndo pedir medicamentos para os médicos, eu prefiro soluções naturais e só recorro aos produtos farmacêuticos em último caso. Reposição hormonal e terapia com medicamentos podem até fazer maravilhas para nos livrar dos problemas imediatos, mas eles sempre vêm com riscos: câncer de útero, câncer de mama, acidente vascular cerebral, doenças cardíacas, coágulos sanguíneos e muitos outros. Embora outras mulheres em meu lugar já teriam apelado para a terapia de reposição hormonal, eu estou testando alguns suplementos e mudanças na minha dieta em primeiro lugar. Foi a solução que encontrei até então.

Erva de São Cristóvão: esta erva é considerada o melhor e mais potente suplemento contra as temidas ondas de calor. A composição química natural desta erva é tão semelhante ao estrogênio, que muitas mulheres foram completamente libertas de ondas de calor ou mal estar após ingerirem esta erva. Você geralmente a encontra em forma de pílula. Para mim, as pílulas de Erva de São Cristóvão não ajudaram em nada, mesmo após tomá-las por muitas semanas. Eu desisti delas, mas isso não significa que elas não irão funcionar para você.

Semente de Linho (linhaça): Essas sementes podem ser moídas e aspergidas sobre o seu cereal, assadas em seu pão favorito, adicionadas à sua massa de panqueca ou ingeridas em forma de pílula. Esta pequena semente é conhecida por ter qualidades que ajudam a regular e equilibrar os hormônios nas mulheres. Quanto a mim, gosto de ingerir grãos saudáveis e sempre como-as com pão, mas realmente não posso dizer que elas fazem qualquer efeito.

Cálcio: Uma enorme necessidade para as mulheres que estão na perimenopausa ou menopausa. Se você não está se alimentando de uma dieta saudável e rica em vitaminas e minerais que também incluem cálcio, (como o leite, queijo, iogurte, espinafre, vegetais de folhas verdes) a redução do estrogênio em seu corpo fará com que seus ossos passem a enfraquecer. A última coisa que você precisa, juntamente com todos os outros sintomas da menopausa, é ter ossos frágeis que quebram facilmente . Siga uma boa dieta e consuma suplementos de cálcio extra. Se sua idade é de 50 anos ou menos você precisa ingerir 1.000 mgs de cálcio por dia, e se tiver 51 anos ou mais, 1.200 mgs. Quanto a mim, eu não fico sem cálcio – nunca! Eu bebo muito leite e amo queijo cottage. O resultado é que até agora meus ossos estão muito bem.

Vitamina D: Sem a vitamina D, seu corpo não pode absorver o cálcio que é ingerido. Sem esta vitamina, todo cálcio que você absorve entra por um lado e sai por outro. Ingerir suplementos de vitamina D e tomar sol nos horários adequados lhe proporcionará uma dose saudável de vitamina D que vai ajudar seu organismo a utilizar todo o cálcio que você ingerir. Para mim aqui em São Paulo, onde é difícil pegar sol, eu ainda preciso tomar os suplementos de vitamina D. Irei providenciá-los o mais breve possível …

Soja: Tragam o tofu! rsrsrs Podemos encontrar receitas que fazem deste alimento que é um tipo de queijo de leite de soja, um prato delicioso! Eu particularmente amo o sabor, mas nem todo mundo aprova. Não há nenhuma evidencia de que a soja faz diferença depois de entrarmos na perimenopausa, mas não custa nada tentar. Encontramos fonte de estrogênio natural na soja em grãos. Apenas uma dica: molhos de soja de baixa qualidade e que costumam ser mais baratos são feitos com pouca ou sequer nenhuma soja, pois usam trigo no lugar. Se for comprar, compre molhos de boa qualidade feitos com 100% de soja.

Há muitas outras alternativas tais como as cápsulas de “St. Johns Wort” (o nome está em ingles mas a encontramos com este mesmo nome aqui no Brasil e seria o extrato de uma planta milenar), cápsulas de Trevo Vermelho ou Ginseng, mas nenhuma delas têm nenhuma prova clínica de que realmente funcionam, e mesmo assim muitas mulheres costumam comprá-las na esperança de que irá ajudar.

No exato momento, (quem sabe o que vai acontecer nas próximas semanas) eu tenho me sentido bem e com a saúde equilibrada , não sofro com as ondas de calor por cerca de três meses, estou dormindo melhor do que antes, e estou seguindo rigorosamente uma dieta sem glúten, com muitas frutas, verduras e carnes orgânicas. Também estou tomando uma multi-vitamina orgânica para mulheres acima de 50 anos, e acabei de entrar para a fase dos “períodos esporádicos” onde nunca se sabe quando o ciclo virá ou quando nada acontecerá naquele mês. De agora em diante meu desafio é me tornar cada vez mais saudável e começar a praticar exercícios físicos mais intensos. Bom, agora que vocês já sabem qual a minha situação, vou ter que praticar tudo o que escrevi certinho!

Evelyn Higginbotham

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *