O Primeiro Mandamento

jkEu sou o SENHOR, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de Mim.” Êxodo 20.2

Não é a toa que Deus inicia os Seus Mandamentos com a base para todos os demais, deixando bem claro quem é quem. Ele só é Deus daqueles que o vê como único Deus. Ele não compartilha essa posição com mais ninguém, até porque, ninguém é como Ele. Por mais que as pessoas idolatrem todos tipos de deuses, nenhum desses “deuses” consegue realizar um ser humano como Ele.
Você que assiste a novela “Os Dez Mandamentos” já viu como os Egípcios adoravam aos “deuses”. Foi de uma sociedade assim que Deus livrou o seu povo portanto era de se esperar que eles achassem que Ele seria mais um “deus”… é por isso que Deus já deixou isso bem claro, logo no início. Eu não sou mais um.

E quem quer ser mais uma?

Eu não quero! Longe de mim ser mais uma mulher nesse mundo, mais uma esposa para o meu marido, mais uma mãe para o meu filho, mais uma amiga para as minhas amigas. Dentro de mim, eu nunca aceitei ser mais uma… creio que ninguém gosta de ser mais uma cara na multidão ou um número nas estatísticas. Todo mundo quer ser único.
Você sabe o que faz uma pessoa ser mais uma?

Quando ela age como uma qualquer. Quando ela segue a multidão. Quando ela não se destaca em nada na vida. Quando ela se satisfaz com qualquer coisa…

Quantas mulheres se satisfazem com homens que as tratam como uma qualquer… Passam uma noite com o homem para virar mais uma na lista de mulheres que dormiram com ele. Vão para as baladas e ficam com os homens por lá para entrar na lista de mulheres que ficaram com eles aquela noite. Aceitam morar junto para se tornarem mais uma mulher que não sabe se é esposa ou namorada…

Deus não foi mais um deus para o Seu povo, nem para os Egípcios, que por mais que eles não acreditassem nEle, tiveram que ver o Seu poder ao vivo e a cores através das dez pragas. Tiveram que engolir todo preconceito que tinham contra os hebreus a seco, e não só isso… perderam a batalha final de forma humilhante: afogados no Mar Vermelho. Deus se mostrou Único pois Ele é Único.
Só quem vive essa fé num Deus Único pode de fato ver o Seu poder.

Mas há quem pensa que vive essa fé, mas por ignorância, mantém outros deuses. São os crentes que vivem como se Deus não existisse. Passam por todas as pragas que os que não crêem em Deus passam. Caem em depressão, pensam em suicídio, vivem na miséria econômica, estão sempre doentes, não são felizes no amor, e dão um péssimo testemunho de cristão por aí… O que eles não sabem é que tudo isso se deve aos outros “deuses” que servem… O “deus” dinheiro, carreira, marido, namorado, filho, neto, pais, fama, carro, amizades, beleza, moda, redes sociais (por incrível que pareça!).

Quando a vida gira ao redor de alguma coisa ou pessoa, ela se torna um “deus”. O problema é que ela é e sempre será incapaz de fazer o papel do verdadeiro Deus, o Deus de Israel. É por isso que as pessoas se decepcionam tanto. Elas esperam muito e recebem pouco. Estudam, trabalham, sacrificam para conquistar um status que no fim do dia não vai conseguir realiza-las por completo. Amam, se entregam, se sacrificam por alguém que acaba traindo a confiança, as desvalorizando, levando-as a sofrer por amor.

Sim amigas, nenhum “deus” nesse mundo tem o poder de realiza-las. Só há um Deus e ele só é Deus daqueles que O fazem único Deus em suas vidas.

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

1 comentário

Elisa Ontiveros (México) Responder 16 Junho, 2015 às 22:10

Cuando yo encontré al verdadero Dios mi vida quedo completa sali de la depresion y hoy no necesito nada más para ser totalmente feliz!!