O que mais gosta de fazer? (4ª Parte)

Está a ver como os seus desejos buscam honra e glória para si mesma? Percebe porque motivo Deus nos ensina a servi-Lo para ficarmos ausentes de qualquer cobiça pessoal?

Pode perceber que as coisas de Deus não têm nada a ver com o “mundo” onde fomos criadas, que pensámos que seria o melhor para nós; não tem nada a ver com o facto de nos sentirmos bem simplesmente com o que fazemos, ou as “todas-poderosas” porque desenvolvemos em determinadas áreas.

Todos possuímos algo considerado “formoso” aos nossos olhos e somos nós mesmos que fazemos essa escolha, que determinamos aquilo que vamos priorizar. E isto pode incluir várias coisas, como por exemplo: a beleza, a moda, a fama, a segurança de ser bem-vista e aceite por todos, etc.

“…vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas, tomaram para si mulheres, as que, entre todas, mais lhes agradaram.”

(Gn.6:2)

A formosura daquelas mulheres pelas quais os filhos dos homens se sentiram atraídos, diz respeito ao “ouro” e não ao Altar. Assim é quando você nutre qualquer intenção que não seja apenas a de servir e honrar a Deus.

Mais à frente, a Bíblia refere que Deus Se arrependeu de ter criado o ser humano, exatamente por causa dos maus desígnios do seu coração. Esse mesmo coração corrupto que por vezes você diz que é novo. Mas que, no entanto, sempre deseja corromper-se e colocar-se no lugar de Deus. Por isso a Bíblia afirma que:

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?”

(Jr.17:9)

Somente podemos adquirir um novo coração quando somos sensíveis à voz de Deus e não sensíveis à “formosura” daquilo que os nossos olhos cobiçam.

E isso é uma escolha minha!

Não coloque os seus olhos em mais nada ou ninguém, que não seja Ele. Estar perto de mim ou de qualquer outro, jamais lhe garantirá algum tipo de “afirmação”. Por isso, às vezes, é muito bom você estar sozinha, mesmo pensando que ninguém a vê, porque desta forma vai chamar apenas a atenção de Deus. E isso é o mais “gostoso… muito mais do que chamar a atenção de outrem, pois quando chamamos a atenção do Pai, Ele nos honra!

Continua na próxima semana…

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *