O que o Senhor Jesus tem a nos dizer

Não há nada de mais gratificante, do que meditar nas palavras do Senhor Jesus, pois elas trazem-nos paz, segurança e certeza. Não é como qualquer palavra que ouvimos, ou que talvez carregamos desde a infância, do passado, as palavras ditas por familiares e amigos, ou pessoas à nossa volta.25aout_cda

A palavra que Deus tem para nós, não é passageira, ou de informação – teórica – mas uma palavra que traz vida. E eu quero, amiga internauta, que faça bom uso da Palavra de Deus. Não pretendo que esteja envolvida com a mesma, apenas durante um determinado tempo, mas que esta faça parte da sua vida. Quando dependemos, tanto da Sua Palavra, quanto de nos relacionarmos com Deus, temos segurança!

Muitas pessoas, quando lêem a Palavra, não entendem e logo desanimam, querem ler à sua maneira. Quando, na verdade, nem precisam ler tudo, como um livro ou capítulo inteiro. O que precisam, é adquirir vida, através dessa Palavra.

“Então, lhe perguntaram: Quem és tu? Respondeu-lhes Jesus: Que é que desde o princípio vos tenho dito?
Muitas coisas tenho para dizer a vosso respeito e vos julgar; porém aquele que me enviou é verdadeiro, de modo que as coisas que dele tenho ouvido, essas digo ao mundo.
Eles, porém, não atinavam que lhes falava do Pai.” (Jo.8:25-27)

A nossa boca fala do que está cheio o coração. E a prova de que o Senhor Jesus estava conectado com o Pai, eram as Suas Palavras.

Essa dependência do Pai, faz-me admirá-Lo! Porque Ele era perfeito -Deus encarnado em nós – mas, mesmo assim, não fazia o que queria, ou dizia de si mesmo, ser “maravilhoso”, assumindo-Se como Deus. Pelo contrário, sempre estava à disposição do Pai e conectado com Ele.

“…porém aquele que me enviou é verdadeiro…”

O Senhor Jesus vivia na verdade, na dependência do Pai, ouvindo-O. Ele sabe que quem O enviou, não foi Ele mesmo, mas Deus. Por isso, quando esteve entre nós, não fazia o que bem entendia. Como, muitas vezes, nós fazemos: Ao agir, julgamos ser “verdadeiros”. Quando, na realidade, quem é verdadeiro, é Deus. Quando medita na Sua Palavra, percebe que é cheio de falhas, e que a verdade não está em si, mas em Deus.

“…de modo que as coisas que dele tenho ouvido, essas digo ao mundo.”

Ele tem o que julgar e dizer a meu respeito, mas não diz o que pensa, a não ser o que tem ouvido do Pai… essas são as palavras que diz ao mundo.
Isto é maravilhoso! Porque, quantas vezes, você e eu falamos coisas inapropriadas, baseadas no que achamos. Mas o Senhor Jesus, que estava continuamente em sintonia com Deus, falava o que ouvia do Pai, e não o que pensava. Mesmo não tendo pecado, Ele não Se “achava”, mas dava todo o crédito a Deus.

A glória e a honra que o Senhor Jesus dava, era para Deus. E assim também deve ser, em tudo, o nosso procedimento. E Ele fará mais, à medida que esteja disponível para ouvir o que Ele tem a dizer. O segredo é ouvi-Lo, estar atenta e em sintonia com Ele. E assim, não cometerá erros gravíssimos, que lhe trarão penosas consequências. Pelo contrário, será uma pessoa feliz, bem-aventurada aqui nesta terra.

Espero que medite no seu dia a dia. Continue a falar com Deus em relação ao que falámos. Pense: “Será que tenho ouvido a Deus, ou às minhas necessidades e projetos? Será que digo o que quero, ou o que Deus quer que eu fale?”

Esteja atenta à voz de Deus.

Um grande abraço.

Viviane Freitas

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *