Por que nao compreendeis a linguagem de Deus

Olá a todos. Estão preparados para ouvir a verdade?

Se está a perseguir o objetivo de servir a Deus, então está preparada e disposta a resolver o que estiver diante de si, mas se está a ouvir por uma obrigação, porque alguém lhe mandou e deve cumprir para não ficar para “trás”, então não vai aproveitar a sua oportunidade e ainda se ofenderá com o que lhe vou dizer. linguagem_cda

[floatquote]“Qual a razão por que não compreendeis a minha linguagem? É porque sois incapazes de ouvir a minha palavra. Vós sois do diabo, que é vosso pai, e quereis satisfazer-lhe os desejos. Ele foi homicida desde o princípio e jamais se firmou na verdade, porque nele não há verdade. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira. Mas, porque eu digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? Se vos digo a verdade, por que razão não me credes? Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, não me dais ouvidos, porque não sois de Deus.” (João 8:43) [/floatquote]

É curto e direto ao ponto o Senhor Jesus e estava a afirmá-lo contra os judeus. E você exclama: “Meu Deus, Viviane, está a deixar-me “louca”, a dizer que eu sou do diabo! Eu não entendo o que Deus quer de mim, eu não sei… É tudo muito difícil, eu não entendo a Palavra de Deus. Está a ser muito cruel ouvir as mensagens, os audios, porque me sinto atacada.”

Se este é o seu caso, vou dizer-lhe porque é que Jesus disse: “Porque sois do diabo.” Eu não estou a afirmar para todos os que estão a ouvir, que são do diabo… nada disso! Mas quero que observe quais são as caraterísticas e, de repente, você mesma se vai enquadrar nesses exemplos. Não que você seja “o diabo”, mas está a dar oportunidade de apenas ouvir a ele e não a Deus.

A primeira caraterística que o Senhor Jesus refere é a seguinte:

“…sois incapazes de ouvir a minha palavra…”

A pessoa é intolerante à verdade porque a acusa e machuca.

Segunda caraterística:

“…quereis satisfazer-lhe os desejos…”

Talvez seja uma jovem e ama as coisas que o mundo tem para lhe oferecer, os namorados, as amizades. Vê um grupo de amigas, meninas bonitas, rapazes bem aparentados e, estando na Igreja, pensa: “A minha vida é tão difícil. Eu quero Jesus, mas eles são mais livres, têm oportunidades que eu não tenho.”

Talvez até nasceu dentro da Igreja e pensa desta forma, que o mundo tem mais coisas para lhe dar do que propriamente Deus. Quer satisfazer-lhe os desejos.

Estes seus desejos são ilusórios… as gargalhadas, grupos de amigos, namorados e vida promíscua; tudo tem uma consequência. Não se engane pensando que Deus é severo, é mau, só pensa n’Ele. Negativo! Quando não queremos ouvir a Palavra de Deus, é porque negamos a disciplina; não queremos a verdade, mas a verdade é a realidade e a ilusão o engano, que traz sofrimento.

Terceira caraterística:

“Ele foi homicida desde o princípio…”

Quem pode considerer-se homicida? Alguém que causa morte a outrém. Quando, por exemplo, anda de acordo com os seus desejos, repare, no final, o que lhe acontece: tristeza, agonia, solidão, busca de algo para a preencher. Mas não resolve!

E quando quer satisfazer os seus desejos, tem comportamentos que “matam” a outra pessoa: Matam a união, a amizade, a verdade, a pureza… transferindo o que faz mal.

Quarta caraterística

“…e jamais se firmou na verdade porque nele não há verdade. …”

Você não quer a verdade e não se firma na mesma porque não há verdade em si. Gosta e delicia-se na ilusão. Até tenta fazer, por algum tempo, mas logo volta à estaca zero!

E isto responde à pergunta de alguns internautas, que diziam não conseguir cumprir e que, volta e meia, retornavam às mesmas práticas. Na verdade você volta ao mesmo porque quer um pedaço de Deus, amando a sua vida e vontades. Não há como!

Ou você odeia o que tem alimentado ou ama a Deus, que lhe proporciona algo verdadeiro, real, permanente, independente de circunstâncias. Torna-a livre!

“Quem dentre vós me convence de pecado? Se vos digo a verdade, por que razão não me credes? Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso, não me dais ouvidos, porque não sois de Deus.”

Ouvir a Palavra de Deus revela quem é de Deus. Quem não ouve a Palavra de Deus, não é d’Ele. Pode detetar estas caraterísticas na sua vida e resolvê-las! Ainda que lhe doa ouvir a verdade, ouça! Ainda que queira cumprir os seus desejos pessoais, carnais, que lhe fazem mal, é só você contar com Deus! Não existe “mágica”, mas milagre, e este acontece quando você participa a Deus as suas limitações, por exemplo, dizendo: “Eu tenho sido essa pessoa do diabo, que não gosta de ouvir a Tua Palavra, que fico inquieta nas reuniões, inquieto-me a ouvir os audios da Viviane, não gosto quando sou aconselhada. Gosto de satisfazer os meus desejos, tenho causado “morte”, como desunião à minha família, pelo jeito que sou. Não há amizades verdadeiras, porque não sou real, mas vivo na ilusão. Não me firmo na verdade, porque não há verdade em mim; sou mentirosa, enganadora. Gosto de esconder a minha real identidade.

Meu Deus, eu quero mudar esta situação e não ser mais a mesma pessoa. Agora sou eu que não quero, porque preciso que a Tua Palavra me lave; eu é que vou a Ti, neste momento.”

Se está assim, fale com Deus. Não está condenada ao inferno, mas está viva e pode mudar essa situação! Deus ama quando você faz isto. Ele ama a sua sinceridade, quando quer o que é justo, e vai acolhê-la.

Comece agora, fale com Deus após este audio. Prepare um cantinho entre si e Deus. Se possível, coloque um fundo de oração para que não se distraia com outra coisa. Apresente o seu objetivo e aquilo que não aceita mais dentro de si, e resolva!

E mesmo no seu caso, que diz gostar de ouvir a voz de Deus, mas que ainda encontra erros no seu interior, por vezes ainda tem desejos contrários à vontade de Deus, participe-Lhe, igualmente, para que seja dependente de Deus e encontre respostas no momento em que esteja mais aflita. Fale com Deus e resolva a questão.

Esse é o objetivo destes audios!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *