Prata da casa

PrataPrata da casa é uma expressão antiga, de meados do século XIX. Quando as famílias recebiam visitas e usavam o que possuíam de melhor, ou seja, os melhores utensílios de prata de lei, como as baixelas. Essa expressão também era usada quando não iam almoçar fora e diziam que naquele dia comeriam com a “prata da casa”.

Você já deve ter ouvido muitas vezes essa expressão, pois hoje em dia ela ficou caracterizada para valorizar pessoas que foram formadas em casa.

As “pratas da casa” são conhecidas por não terem saído e se abastecido de outras fontes e pensamentos; são pessoas simples, fiéis e comprometidas com as “causas e o espírito da casa”.

O exército de 318 homens de Abraão tinha a mesma identidade e espírito dele, pois eles eram nascidos em sua casa e discipulados somente por ele.

Por isso, foram capazes de ir à guerra com ele e enfrentar os perigos para resgatar Ló e sua família.

Pessoas dispostas assim são como tesouros de valor incalculável, mas que muitas vezes não são reconhecidas e valorizadas como tal.

Quantas vezes cometemos o grave erro de achar que o que é de fora é melhor do que aquilo que vivemos ou temos em casa? Isso acontece nas famílias, nos relacionamentos, nas instituições, nos grupos da igreja, nas equipes esportivas e na vida em geral!

Até comercialmente acontece isso, pois, se estamos diante de um produto nacional e um estrangeiro, normalmente achamos que o estrangeiro é melhor.

Na música então, nem se fala! Quantas pessoas que sequer compreendem o idioma, mas se derretem pelas letras e melodias?

É comum encontrar pessoas que constantemente acham que tudo do outro é melhor: o marido, o filho, a casa, o emprego, o cabelo, a cultura… e por aí vai.

Popularmente é conhecido como “a síndrome da grama do vizinho”, rs, que é sempre mais verde e mais atraente.

Com isso deixamos de enxergar e valorizar aqueles ou aquilo que está tão perto, porque nossos olhos querem coisas novas, enquanto tão pertinho, às vezes do nosso lado, existe alguém bom, fiel, com talentos e uma trajetória tão bonita.

Abra sua visão, estreite seu relacionamento e fortaleça seus laços com essas pessoas e você descobrirá verdadeiras riquezas escondidas.

Aprenda a reconhecer e ser prata da Casa!

Um abraço e até a próxima!

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *