Quarto Mandamento

paulo-figueiredo

“Lembra-te do dia de sábado para santificá-lo. Por seis dias trabalharás, e farás toda tua obra; mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR, teu Deus; nele, não farás obra alguma, tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua criada, nem teu animal, nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas. Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e todas as coisas que neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou.”

Exodo 20.8-11

A porta de entrada para os problemas no nosso casamento foi justamente a nossa falha em cumprir esse Mandamento, quando o Renato não tirava tempo para mim e eu não tirava tempo para ele. Eu queria sair e ele queria ficar em casa e dormir. Quando ficávamos em casa, eu ficava chateada e quando saíamos, ele ficava chateado. O nosso sétimo dia não era do Senhor e sim nosso, por isso.

Muitos pensam que esse Mandamento fala sobre o sábado em si, mas eu não interpreto assim. O sábado aqui é o sétimo dia, ou seja, aquele último dia da semana em que você tem que parar de trabalhar e se dedicar a Deus. Isso não quer dizer que você tem que ficar de joelho o dia inteiro orando, tanto é que o Senhor Jesus foi Quem trabalhou mais nesse dia 🙂

Nós santificamos o nosso sábado quando deixamos de pensar em nós mesmos e pensamos no nosso próximo.

Já reparou que nós tiramos tempo para muitas coisas menos para muitas pessoas? Tiramos tempo para trabalhar, cuidar da casa, se embelezar, se distrair, descansar, etc… Qual foi a última vez que tiramos tempo para as outras pessoas?

Hoje isso é uma raridade. Filhos fazem de tudo para ficar longe de seus pais. Irmãos não tem tempo de conversar. Pais não tem tempo nem paciência de ficar com seus filhos. Maridos não gostam de tirar tempo para suas esposas. Esposas não gostam de tirar tempo para cuidar de seus maridos. Amigas não tem tempo de manter suas amizades.

Agora imagina com Deus? Se as pessoas não tem tempo uma para com as outras, como é que vão ter tempo para Deus?

Próximo Mandamento na sexta-feira.

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *