Servir (1ª Parte)

obreira--825x325A maior função de alguém que se dispõe a fazer a Obra de Deus, é servir! Esta é a sua maior responsabilidade.

Qual o motivo que temos para servir a outros?

Aparentemente, o serviço a outros, na cultura humana, deixa implícito que a pessoa que “serve” ocupa uma função inferior. Uma responsabilidade que, à vista de outros, não lhe traz nenhum “respeito”.

Então, porque motivo o servir é a maior função de uma pessoa que faz a Obra de Deus?

Porque é através do mesmo que avaliamos a qualidade daquilo que entregamos!

Por isso o servir inclui vários níveis:

O servir de nível “baixo” significa que há um esforço para se dar a outra pessoa. E a prova disso é que se perde a autoridade diante da situação, e muitas vezes as suas palavras não são aceites, porque está a forçar algo que não existe; que não faz parte do seu ser.

Está a cumprir uma “obrigação” de servir, porque sabe, porque tem consciência, mas há uma briga dentro do seu ser; sente-se humilhada por estar a servir.

Vou dar o meu próprio exemplo:
Lembro-me que, desde que casei, o Júlio sempre se adiantava para tudo. Por exemplo, quando viajamos, ele sempre pega a mala de todos, à frente, ajuda-me a colocar o casaco, está sempre a dar, a ajudar, e isso é algo natural dele… Também em relação ao meu pai, ele fazia isso, sempre se despojava, etc. E eu sentia-me humilhada, porque pensava que o meu marido só era visto por isso, pelo seu serviço. Só servia para servir…
E isso feria o meu orgulho, pois gostaria que o meu pai o levasse para perto, falasse, conversasse com ele e ensinasse, e isso não acontecia.

O meu nível estava lá em baixo, e eu desejava as coisas do Alto!

Sentia-me humilhada por isso. Era óbvio que aquilo não fazia sentido… estava alguma coisa errada.

Mas só o percebi, quando servir já não era um problema para mim, descobrir erros muito menos; agora estava resolvida a encontrar os erros e a resolvê-los!

Continua na próxima semana.

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *