Sétimo Mandamento

ER7_RE_DM_FARPAS_570kbps_2015-06-02da2334f5-2138-47d1-9b60-14f0dd0229c4-thumb

“Não adulterarás.”

Êxodo 20.13

Adultério é uma palavra que não se usa mais. No passado, isso era considerado um crime digno de morte, hoje, “faz parte da vida”, como algumas pessoas gostam de dizer ao justificar seus erros.

O adultério tem sido uma praga em nossa geração. Por mais que isso sempre tenha acontecido no mundo, hoje em dia é uma coisa que pode acontecer dentro da própria casa, ao lado do cônjuge. As redes sociais são as grandes vilãs dessa facilidade toda.

Se as pessoas simplesmente entendessem como o adultério começa e as consequências que elas terão na vida por causa dele, talvez não iriam tanto na conversa: “eu só queria ser feliz”.

O adultério começa na mente, sempre foi assim.

A ideia vem na cabeça de todas as pessoas casadas e cabe a pessoa decidir entretê-la ou não. E é aí que as redes sociais entram, pois muitas pessoas pensam que o adultério é um ato de traição então por elas não estarem tendo ato sexual com ninguém, não estão fazendo nada de mal… elas estão não só enganando seus parceiros como também a si mesmas. Uma vez que elas tem contato inapropriado com outras pessoas do sexo oposto, elas já estão cometendo adultério. Aliás, o Senhor Jesus foi além e disse:

“Ouvistes que foi dito: Não adulterarás. Eu, porém, vos digo que todo aquele que olhar para uma mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela. Se o teu olho direito te faz tropeçar, arranca-o e lança-o de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que seja todo o teu corpo lançado no inferno.
E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno.”

Mateus 5:27-30

Ou seja, se você só olhar com más intenções, você está cometendo adultério. Tem gente que não só olha, mas curte, deixa comentários inapropriados, flerta… isso tudo porque nas redes sociais elas pensam que podem e até devem… #sqn

A pessoa que age dessa forma é adúltera mesmo que nunca tenha saído com uma outra pessoa.

Muitos casais tem tido problemas no relacionamento justamente por isso e realmente, quem vai aceitar esse tipo de coisa? Só quem não se importa se traído.

As consequências do adultério são muitas mas a pior de todas é a que fica com o adúltero, contrário do que pensam por aí, que quem foi traído é que sofre mais, que nada. O traidor vai carregar a culpa do seu adultério para o resto de sua vida. O casamento pode até ser restaurado, e ela perdoada, mas a marca não sai… ela fica na sua reputação e história que deixou para traz. Como aconteceu com o rei Davi. Ele foi um grande homem de Deus mas por causa de seu adultério, toda vez que falamos dele, não tem como não lembrar da mancha que deixou.

Vale tudo isso por um breve momento de prazer?

Cristiane Cardoso

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *