Te conheci em 1994

008-3Querida Cris,

Saudades! Estou acompanhando a série de blogs e confesso que estava esperando pelo ano de 1994 para justamente lembrar a época em que vivemos e trabalhamos juntas em Cape Town. Ao começar a ler foi como um filme passando pela minha cabeça e lembrei de tudo que vivi e aprendi a começar pelo dia em que cheguei a Cape Town, 19 de Dezembro de 1993 e o dia da inauguração da Igreja que foi logo no dia seguinte, dia 20.

Logo que chegamos à sua casa fomos recebidos carinhosamente pelo Bispo e D. Ester, e me deparei com tanta humildade, carinho, amizade, amor, solidariedade e acima de tudo fé. Tudo ali era começo mas já estávamos unidas e o trabalho foi muito abençoado. Fui observando cada atitude sua, cada testemunho que me passava, quando me levava para fazer compras, quando ia na casa em que morávamos para fazer lanche e ter nossa reunião de pastores, e mesmo sendo tão jovem você me ensinou muito.

Me lembro de algo muito importante para mim que foi o dia em que fez nossa primeira reunião de esposas, dona Ester e o Bispo tinham viajado e nós 4 (Eu, você, Vivi e Flávia) nos reunimos na nossa igreja em Woodstock, mesmo vendo que estava tão tímida para falar conosco pude já ver ali sua determinação no que tinha para nos passar e o quanto o Espírito Santo a usou naquele momento. Me lembro que falou da mulher de Provérbios 31, apesar de já tê-la ouvido antes, havia tanta força e fé que parecia ter sido a primeira vez e a partir daí comecei a ver que não importava a idade que eu tinha, eu poderia ser aquela mulher e já podia vê-la em você. Dali em diante cada reunião que fazia era um ensinamento para mim, me fez crescer e muito.

image0000193A-1Ficamos ali por 9 meses e no meu último dia em Cape Town (21/09/1994), sem saber que iria embora : ( você sentou ao meu lado juntamente com o gatinho Josh e conversamos a tarde toda, você me encorajou e antes de ir me abençoou, voltei para Johannesburg e junto comigo levei essa benção e a tenho comigo até hoje. Não tinha noção do que estava passando de verdade naquela época mesmo quando moramos juntas por um mês, pois como disse no blog, muitas vezes não deixava transparecer, mas pude perceber que matava um leão a cada dia e foi vencendo até se tornar esse grande exemplo para todas nós.

IMG_1437Gostaria de dizer com tudo isso que suas lágrimas cooperaram sim e muito para o meu bem, amadurecimento e crescimento, e cooperam até hoje pois posso dizer que aprendi muito com tudo que passou para mim, mesmo em meio a muitos erros e dificuldades, como disse. Dessas lágrimas nasceram frutos fortes e maduros e através deles muitas vidas foram alimentadas, assim como foi a minha, e dessas vieram ainda mais frutos. Creio e tenho total convicção que o Godllywood nasceu delas, pois quis que cada uma de nós, mulheres, aprendêssemos a ser fortes e não ficássemos mais na dependência de nada e de ninguém, apenas de Deus e sua Infinita Sabedoria para que assim pudéssemos fazer a diferença. E foi isso que peguei para mim e busco viver a cada dia!

Quero lhe agradecer por ter me dado a oportunidade de ser um desses frutos e hoje poder ser usada por Deus para dar ainda mais frutos.

Grande beijo e Muito Obrigada!
Adriana Costa

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *