Tem certeza de que você não é soberbo?

tem-certeza-q-nao-e-soberbo

“Porque eis que aquele dia vem ardendo como fornalha; todos os soberbos, e todos os que cometem impiedade, serão como a palha.”

(Malaquias 4.1)

E você não quer ser essa palha, certo?

Em diversas passagens, a Bíblia chama atenção do leitor para que ele não seja soberbo. É dito, inclusive, que “Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes”. (Tiago 4.6)

Ou seja: mesmo Deus desejando fazer parte da vida de todos, os soberbos O mantém a distância.

Mas o que, exatamente, é a soberba?

O dicionário define essa característica como “Manifestação ridícula e arrogante de um orgulho, às vezes, ilegítimo. Altivez, arrogância, orgulho, presunção”. Aqui vemos que a soberba é, basicamente, o contrário da humildade, qualidade tão recomendada e exemplificada pelo Senhor Jesus.

Como consequência de tão grave personalidade, o bispo Clodomir Santos destaca que “a soberba faz com que as pessoas queiram ser iguais a Deus”. E acrescenta que, por conta desse defeito, muitas pessoas não conseguem obter o favor de Deus, mesmo frequentando a igreja regularmente.

“Essa tem sido a tragédia da vida de muita gente que está na igreja, que se entrega à soberba da vida e acha que porque tem isso ou aquilo vai resolver o problema da alma e não resolve”, afirma ele.

Para que o problema não caia também sobre sua casa, a esposa do bispo Edir Macedo, Ester Bezerra, tem publicado diversas mensagens a esse respeito em seu blog pessoal. A cada publicação, ela destaca um versículo bíblico e o explica aos leitores.

Sobre o salmo 119.21, que diz “Tu repreendeste asperamente os soberbos que são amaldiçoados, que se desviam dos teus mandamentos”, ela explica: “A humilhação vem para o homem para ele reconhecer a Deus com temor, tendo a chance de reconhecer que depende dEle e fazer o propósito de nunca O abandonar por nada nesse mundo”.

Portanto, é necessário estar atento ao próprio comportamento diariamente. A soberba nasce nas pequenas atitudes orgulhosas e, aos poucos, faz com que o caráter da pessoa se transforme.

Ester Bezerra

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *