Visita ao Equador

visita-equadorQueridas leitoras,

Sei que tenho estado ausente aqui do meu blog e isso me incomoda bastante, especialmente quando sei que muitas de vocês passam por aqui para ver se tem um post novo e não tem nada. ? Graças a Deus pela minha querida amiguinha Núbia que ainda dá uma vida a esse blog, pelo menos toda quarta-feira!

Todos os dias, eu tenho de escolher as prioridades daquele dia: o que é mais importante, o que vai fazer a maior diferença, o que vai dar maiores resultados, o que vai agradar mais a Deus… e é por isso que acaba não sobrando tempo para os posts aqui… aliás, até teria tempo se eu usasse o pouco de tempo que tenho para descansar e me cuidar, mas o que adianta fazer muito e perder a própria saúde com isso???

Equilíbrio, meninas, é tudo!

Vamos ao que o título desse post se refere: a nossa visita a Guayaquil, no Equador. Não tivemos tempo de conhecer a cidade, pois ficamos lá apenas 48 horas, e só pudemos visitar duas igrejas, mas quero aqui compartilhar com vocês… que povo querido! Deu vontade de ficar por lá. ?

Entretanto, o que eu gostaria de dizer a vocês é o que Deus me disse durante essa visita:

Todas nós temos as nossas fases e, por mais óbvio que isso pareça ser, a maioria de nós não se dá conta disso. Se eu pudesse contar as fases que já passei, seria assim:

    • Cris, a recém-casada em lua de mel – Feliz, animada, super dedicada ao meu papel de esposa. Isso durou um ano!
    • Cris, a recém-casada em fase de adaptação – Insegura, ciumenta, carente, complicada. Isso durou 11 anos!
    • Cris 1.0 – Finalmente, depois de sair do casulo, uma nova Cris, mais segura de si mesma e mais confiante. Isso durou 9 anos!
    • Cris 1.5 – Desafiada a fazer o que sempre evitei fazer: falar em público. Isso durou 2 anos!
    • Cris 2.0 – Feliz, confiante, madura, mais compreensiva. Essa é a minha atual fase. ?
        Isso quer dizer que eu não poderia ser o que eu sou hoje durante a minha fase de adaptação, nem em qualquer outra fase que já passei, por razões óbvias:

EU AINDA NÃO TINHA PASSADO PELO QUE PASSEI PARA CHEGAR À MINHA FASE ATUAL.

Amigas queridas, não queiram ser como a sicrana ou a fulana; não fiquem se comparando. Cada uma está passando pela sua fase atual, e cada uma precisa vencer e superar essa fase. Veja o quanto eu demorei para superar a segunda fase! Isso porque, na época, eu não tinha o que vocês têm: livros de autoajuda, palestras da Terapia do Amor, curso Casamento Blindado, Godllywood, blogs, programas de TV e rádio, etc.

E tenha isso em mente: na minha fase Cris 1.0, eu pensava ter chegado ao meu limite – que nada! Eu estava só começando. ? Com certeza, a minha fase atual não é a minha última… só se o Senhor Jesus me levar! Mas eu tenho plena consciência de que ainda tenho muitas outras fases para alcançar – isso sim é curtir a vida! Estar sempre melhorando, sendo desafiada, tendo de superar algo…

Tenhamos respeito por quem já passou por muitas fases e sejamos compreensivas com quem ainda está iniciando suas fases.

Beijos, e fiquem na fé!
 
equador7
 
equador6
 
equador5
 
equador4
 
equador3
 
equador2
 
equador1

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *