Noticia

4 encontros que revelam o valor que Jesus dava às mulheres

pe.690x460Em toda a vida do Senhor Jesus aqui na Terra, Ele nunca desmereceu as mulheres. Pelo contrário. Em Seu ministério terreno, elas foram agraciadas de uma maneira especial. Foram compreendidas, amadas e valorizadas como nunca até então.

Alguns encontros relatados nas Escrituras Sagradas revelam esse valor que somente o Senhor Jesus poderia dar. Separamos 4 desses momentos, em que mulheres incompreendidas encontraram-se com o Único que poderia compreendê-las. Veja a seguir:

1. A mulher siro-fenícia – Quando a sua fé serve de exemplo:

Ela tinha uma filha endemoninhada e já não sabia o que fazer. Ouviu falar dos milagres que o Senhor Jesus fazia e não pensou duas vezes em ir procurá-Lo, pois cria que teria a solução para todo aquele sofrimento. Ela estava determinada e nada a faria retroceder, nem mesmo o próprio Jesus, e Ele sabia disso, tanto que usou essa situação para mostrar a todos os presentes a qualidade da fé que muda tudo.

Mal a mulher siro-fenícia tinha se aproximado dEle e já começou a clamar por Sua misericórdia e ajuda. Clamava tanto e tão alto que os discípulos, constrangidos, pediram que o Mestre a mandasse embora. E Jesus respondeu que viera para ajudar o povo de Israel.

Ela continuou a clamar ajuda, até que conseguiu se aproximar de Jesus, O adorou e pediu ajuda. “Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos” (Mateus 15.26), foi a resposta que Ele deu a uma mãe aflita.

Muitos se escandalizam quando leem essa passagem bíblica, pois ficam sem entender por que Jesus a tratou assim. O que não entendem, porém, é que o Filho de Deus sabia qual seria a reação dela e queria deixar o exemplo de humildade e fé:

“E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã.” Mateus 15.27,28

Jesus nunca humilharia aquela mulher. Ele estava usando a situação para ensinar o que a fé, aliada à humildade, é capaz de fazer.

2. A mulher hemorrágica – Falida, doente e desprezada:

Tudo o que ela tinha foi consumido na tentativa de ser curada de uma enfermidade, que não só lhe custou a saúde física e as finanças como também a reputação, já que a mulher, no estado em que se encontrava, era considerada imunda (Levítico 15.19-25).

Sabendo que naquela situação não podia tocar em ninguém, ela pensou bem o que fazer para se aproximar do Senhor Jesus, pois Ele era a única saída para o problema que vivia havia anos. Ela não poderia tocá-Lo, porque naquele estado, se descobrissem, seria apedrejada:

“Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na Sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas Suas vestes, sararei.” Marcos 5.27,28

A fé daquela mulher foi tão forte, ainda que ela estivesse fraca fisicamente, que mesmo estando no meio de uma multidão, Jesus sentiu o toque dela e ela foi curada.

3. A mulher samaritana – As frustrações na vida amorosa, o vazio interior e a busca por um amor:

Um encontro inusitado e uma pergunta pessoal que fez uma mulher entender a real necessidade que ela tinha e tentava suprir de uma maneira errada. O Senhor Jesus para em um poço. Estava cansado e com sede. Uma mulher Samaritana também está nesse poço, a pegar água. Jesus pede um pouco e ela questiona como pode um judeu pedir alguma coisa para alguém de Samaria – já que não se falavam.

Jesus então lhe conta que, se ela soubesse quem estava pedindo, ela é quem pediria água e Ele daria da “Água Viva”, que a faria nunca mais ter “sede”. Ela acredita estar diante de uma proposta que iria saciar a sua sede física, mas Jesus queria saciar a sede da sua alma. É nesse momento que algo muda tudo: “Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá.” João 4.16

Sabe aquele momento em que lhe dizem algo que faz a sua “ficha cair”? Foi o que aconteceu. De maneira sincera, a mulher respondeu que não tinha marido, e Jesus expôs o vazio dela: “Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido; Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.” João 4.17,18

Nesse momento, a mulher, reconhecendo que Jesus não era um homem comum, começou a entrar nos assuntos espirituais e finalmente pode conhecer quem era Jesus (João 4.25,26). Jesus queria dar-lhe muito além do que ela buscava em vãos nos relacionamentos.

4. A mulher adúltera – Flagrada e exposta:

“E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando.” João 8.4

Com certeza você já deve ter visto, ou se não, soube, de vídeos que viralizaram na internet sobre mulheres pegas traindo o marido ou sendo as amantes flagradas. Muitas são espancadas, têm a sua nudez exposta, são “julgadas” com toda sorte de insultos e a sua imagem fica na “lama”.

O Senhor Jesus presenciou uma situação semelhante – só não havia celulares acionados filmando toda a exposição. E, ao invés de compactuar com toda aquela humilhação, o Mestre, sábia e estrategicamente, deixou que aqueles que não tinham nenhum pecado a julgassem, ou seja, ninguém ali tinha condições para isso. E nem Ele – o único que tinha – o quis fazer:

“E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.” João 8.11

Uma nova chance, mesmo com um passado que aos olhos dos homens era imperdoável.

Talvez você esteja procurando em pessoas, projetos pessoais ou coisas, o valor que somente Deus pode dar. Ele conhece as suas necessidades mais profundas – como conhecia os daquela mulher samaritana na beira do poço. Não lhe rejeita por causa dos erros do seu passado e lhe dá uma nova chance – como fez com a mulher pega em adultério. Cura as suas enfermidades – assim como curou a mulher hemorrágica. E usa o seu problema e a sua fé para resolvê-lo para inspirar todos ao seu redor – assim como com a mulher siro-fenícia.

Muitas mulheres tiveram a oportunidade, de alguma forma, de conviver com o Senhor Jesus, e nenhuma delas ficou sem resposta às suas angústias.

Permita-se ter esse encontro pessoal com Ele. Abra o seu coração e a sua vida para que Ele faça morada e a transforme por completo. Você vai se tornar a mulher que sempre sonhou ser, mas não imaginava como isso seria possível. Deixe Ele lhe surpreender.

Fonte: Universal.org

Deixe o seu comentário

Ou preencha o formulário abaixo.

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *